PUBLICIDADE
Topo

Política

UOL Debate: Moraes não deveria julgar inquérito das fake news, diz Cardozo

Do UOL, em São Paulo

04/06/2020 12h52

Os ex-ministros da Justiça Miguel Reale Jr e José Eduardo Cardozo concordam ao dizer que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, deve se declarar impedido de julgar o inquérito das fake news da Corte. Cardoso e Reale Jr participaram hoje do UOL Debate, com mediação da colunista do UOL Thaís Oyama..

"O correto será que o ministro Alexandre de Moraes não permaneça como eventual relator do julgamento de uma ação penal que for fundada neste inquérito", defendeu Cardozo, ex-ministro da Justiça e advogado-geral da União nos governos de Dilma Rousseff (PT).

"Ele [Moraes] participou da elaboração dos fatos, está comprometido com a investigação, já tem uma posição pré-estabelecida que o impediria de exercer a juridicatura nesse caso", ressaltou Reale Jr,, ministro da Justiça na gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e autor do pedido do impeachment de Dilma.

Processo no STF pode influir ação no TSE, avalia Cardozo

Além disso, Cardozo avaliou que o caso o inquérito do STF conduzido por Moraes tenha sobre a interferência nas eleições em 2018, pode haver consequências para as chapas eleitas.

"Se há provas muito claras de que já no processo eleitoral tínhamos a produção de fake news, se ficar caracterizado que empresários bancavam isso já no processo eleitoral, isso pode se amoldar perfeitamente às acusações que dão ensejo a ação que está em curso no TSE", defendeu o ex-ministro.

Participaram dessa cobertura Alex Tajra, Beatriz Sanz, Fabio Regula, Talyta Vespa e Stella Borges (redação) e Diego Henrique de Carvalho (produção).

Política