PUBLICIDADE
Topo

Política

'Felizmente está arrependida', diz Doria sobre mulher que cobrou Bolsonaro

Governador João Doria (PSDB) concede entrevista coletiva - ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Governador João Doria (PSDB) concede entrevista coletiva Imagem: ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

10/06/2020 14h29

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), se posicionou hoje sobre o episódio envolvendo uma uma mulher que estava entre os apoiadores de Jair Bolsonaro (sem partido) na conversa matinal promovida diariamente no Palácio da Alvorada e fez cobranças ao presidente por causa de sua postura diante da pandemia do novo coronavírus.

Na ocasião, Bolsonaro ficou em silêncio e passou a ouvir outros apoiadores. Depois, ainda com a voz da mulher ao fundo, disse: "Sai daqui, você já foi ouvida. Cobre seu governador".

Questionado sobre a fala do presidente, Doria disse que a mulher felizmente mora em São Paulo e está arrependida de ter votado no atual presidente da República.

"Vi as imagens naquele encontro na porta do Alvorada. Minha resposta é sim, a senhora está certa e, felizmente, vive em São Paulo, que governador e o governo adotam as medidas certas. E felizmente a senhora, assim como eu, está arrependida do voto", disse.

A mulher em questão é Cristiane Bernart, que é militante do Movimento Brasil Livre (MBL), grupo que faz atualmente oposição ao governo. Ela também trabalha como assessora do gabinete do vereador em São Paulo Fernando Holiday (Patriota), também integrante do movimento, mas disse que pediu licença não remunerada para ir até Brasília e que pagou pelos custos da viagem. Ela também diz ser atriz.

*Com informações da Agência Estado.

Política