PUBLICIDADE
Topo

Bolsonaro "monta" cenário para divulgar hidroxicloroquina em evento

Bolsonaro participa de sanção do novo marco do saneamento básico por meio de videoconferência - Hanrrikson de Andrade/UOL
Bolsonaro participa de sanção do novo marco do saneamento básico por meio de videoconferência Imagem: Hanrrikson de Andrade/UOL

Hanrrikson de Andrade

Do UOL, em Brasília

15/07/2020 13h55

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) aproveitou a assinatura do marco legal do saneamento para divulgar hoje uma caixa de medicamento feito com hidroxicloroquina, substância da qual ele é entusiasta, mas que não tem eficácia comprovada no combate ao novo coronavírus.

Em isolamento no Palácio da Alvorada desde que foi diagnosticado com covid-19, na semana passada, o mandatário participou da solenidade por meio de videoconferência. Enquanto ministros se preparavam para uma coletiva de imprensa presencial no Palácio do Planalto, o ajudante de ordens de Bolsonaro, major Cid, "montava" o cenário para a transmissão ao vivo direto da residência oficial da Presidência.

As imagens foram exibidas em televisores instalados na área destinada à imprensa. Uma caixa de sulfato de hidroxicloroquina foi colocada ao lado de Bolsonaro. Essa é uma metodologia comum nas ações de marketing de empresas patrocinadoras de determinadas atividades. No futebol, por exemplo, produtos costumam aparecer perto dos entrevistados nas coletivas pós-jogo.

Bolsonaro já havia feito algo semelhante durante reunião virtual do G20, em 26 de março. Na ocasião, ele deixou à mostra uma caixa de um outro remédio também feito com hidroxicloroquina, substância que estava em fase de testes.

Na contramão das manifestações do presidente, o Ministério da Saúde de seu próprio governo pediu, à época, que a população não usasse o medicamento como medida de prevenção, tanto da hidroxicloroquina quanto de uma substância derivada, a cloroquina.

Governo Bolsonaro