PUBLICIDADE
Topo

Política

Damares e Tereza Cristina têm resultado negativo para novo coronavírus

17.jun.2020 - A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, anuncia envio de cesta básica para povos indígenas - Edmar Barros/Futura Press/Estadão Conteúdo
17.jun.2020 - A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, anuncia envio de cesta básica para povos indígenas Imagem: Edmar Barros/Futura Press/Estadão Conteúdo

Guilherme Mazieiro

Do UOL, em Brasília

06/08/2020 14h59Atualizada em 06/08/2020 14h59

As assessorias das ministras Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) e Tereza Cristina (Agricultura) informaram que ambas receberam ontem o teste com resultado negativo para o novo coronavírus e retomaram as atividades normalmente. Elas tinham interrompido parte das agendas após participarem de um evento com a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, infectada pelo vírus.

No evento do dia 29 de julho, dezenas de pessoas se reuniram com Michelle para o lançamento da campanha Mulheres Rurais, Mulheres com Direitos. No dia seguinte, a primeira-dama informou que seu exame tinha indicado a presença do novo coronavírus.

Os dados somados das secretarias estaduais indicam que o número total de mortes da infecção causada pelo novo coronavírus chegou a 97.418 em todo o país. Os números foram divulgados ontem pelo consórcio de imprensa do qual o UOL faz parte.

O levantamento indicou que os estados registraram, ao todo, 2.862.761 casos da doença.

Alto escalão

No alto escalão do governo, oito ministros já se contaminaram, além de Jair Bolsonaro (sem partido). O presidente disse semana passada que se recuperou da doença, mas que estava com "mofo no pulmão".

Nesta semana, Jorge de Oliveira (Secretaria-Geral da Presidência) informou que estava infectado. Na segunda-feira (3), outro ministro palaciano, Braga Netto (Casa Civil) também teve teste com resultado positivo.

Além deles foram contaminados pela doença Wagner Ribeiro (Controladoria-Geral da União), Onyx Lorenzoni (Cidadania), Milton Ribeiro (Educação), Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Bento Albuquerque (Minas e Energia).

Política