PUBLICIDADE
Topo

Política

Em 1ª reunião como governador do RJ, Castro pede governo sem deslumbramento

O governador interino do Rio de Janeiro, Claudio Castro (PSC) - Folhapress
O governador interino do Rio de Janeiro, Claudio Castro (PSC) Imagem: Folhapress

Maria Luisa de Melo

Colaboração para o UOL, do Rio

29/08/2020 14h58

Logo depois de saber da determinação de afastamento de Wilson Witzel (PSC) pelo STJ e chegar ao Rio de Janeiro, o governador em exercício do estado, Claudio Castro (PSC), reuniu-se com o alto escalão da Segurança Pública no Palácio Guanabara na última sexta-feira (28).

Na conversa, Castro procurou se diferenciar de Witzel e prometeu um governo "sem deslumbramentos". Também pediu serenidade aos subordinados e garantiu que não fará mudanças no secretariado em um primeiro momento.

Nos bastidores, a postura de Witzel é considerada "deslumbrada" por muitos políticos e interlocutores. Já em sua posse, o agora governador afastado usou uma faixa —inspirada na presidencial— que mandou confeccionar, mesmo sem ser um símbolo oficial do estado.

A intenção pública de se eleger presidente em 2022 contribuiu para seu rompimento público com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), com quem procurou se associar na campanha.

Entre os convidados para a conversa na sexta-feira estiveram os secretários da Polícia Civil, Flávio Brito; da Polícia Militar, coronel Rogério Figueiredo, de Administração Penitenciária, Alexandre Azevedo; e o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Roberto Robadey.

Segundo três fontes com livre trânsito no Palácio Guanabara, a tônica do encontro foi de pedir que os secretários fiquem tranquilos e continuem trabalhando.

Castro também comentou que não se mudará para a sala que pertencia a Witzel. Despachará do gabinete do vice-governador e tratará como prioridade a renovação do regime de recuperação fiscal do estado.

Segundo uma fonte que esteve no encontro, ele usou a palavra "serenidade" diversas vezes. No discurso, disse que o governo será mais simples, "sem deslumbramentos", e que preocupa as ações necessárias à recuperação fiscal do estado.

Outra pessoa informou que ele vai manter a mesma equipe até se inteirar do andamento dos principais projetos do governo e que cada dia ele receberá um secretário diferente.

Depois da reunião com a cúpula da Segurança, considerada a primeira agenda positiva de Castro, ele recebeu hoje o secretário estadual de Saúde, Alex da Silva Bousquet.

Na segunda-feira (31), um novo encontro está marcado com outros secretários.

O órgão colegiado do Superior Tribunal de Justiça (STJ) ainda vai analisar, na próxima quarta-feira (2), se manterá ou não o afastamento de Wilson Witzel.

Wilson Witzel é afastado do cargo

Band Notí­cias

Política