PUBLICIDADE
Topo

Política

Maia é diagnosticado com covid; 5 confirmam infecção após posse de Fux

Fux, Bolsonaro e Maia na sessão de posse do ministro na Presidência do STF - Nelson Jr./SCO/STF
Fux, Bolsonaro e Maia na sessão de posse do ministro na Presidência do STF Imagem: Nelson Jr./SCO/STF

Luciana Amaral e Felipe Amorim

Do UOL, em Brasília

16/09/2020 14h54Atualizada em 16/09/2020 16h52

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), foi diagnosticado com a covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, informou hoje a assessoria do parlamentar.

Ele é a quinta pessoa a confirmar a infecção após ter ido à posse de Luiz Fux para a presidência do STF (Supremo Tribunal Federal) na semana passada.

Maia testou positivo para a covid-19 nesta quarta. "Ele manifestou sintomas brandos da doença e está se tratando na Residência Oficial da Câmara dos Deputados, onde seguirá em isolamento respeitando as recomendações médicas", afirma nota divulgada.

O deptado já havia desmarcado um compromisso previsto pela manhã, embora ainda não tivesse divulgado estar contaminado. Ele ia receber um grupo de entregadores de aplicativos com representantes da bancada do PSOL na residência oficial da Câmara, em Brasília, onde mora. O encontro foi desmarcado faltando menos de meia hora para seu início.

A maioria das atividades na Câmara, como comissões, está suspensa para evitar aglomerações em Brasília. Porém, é comum haver pelo menos cerca de 30 deputados no plenário da Casa em dia de votações, mesmo que com máscaras de proteção facial e certo distanciamento.

A cerimônia de posse no STF foi realizada presencialmente, na sede do tribunal, em Brasília, na última quinta-feira (10). Fux anunciou anteontem ter testado positivo para o coronavírus, quando sua assessoria do ministro atribuiu a suspeita de contágio de Fux a um almoço em família realizado no sábado (12).

Entre ontem e hoje, porém, além de Fux e de Maia, mais três pessoas que estiveram na cerimônia do STF confirmaram estar com a covid: Maria Cristina Peduzzi, presidente do TST (Tribunal Superior do Trabalho), e os ministros do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Luis Felipe Salomão e Antonio Saldanha.

Maria Cristina foi hospitalizada ontem após apresentar sintomas compatíveis com a covid-19. Segundo a secretaria de comunicação do TST, a ministra apresenta bom estado de saúde, com sintomas leves da doença.

Na cerimônia do STF, na quinta, foram adotados cuidados para evitar a propagação do vírus. Dos 250 assentos disponíveis no plenário, foram liberados apenas 50 para os convidados.

Os ministros e convidados usaram máscaras durante a cerimônia e foram instaladas divisórias transparências de acrílico entre as cadeiras dos ministros.

A solenidade contou com a presença dos chefes dos três Poderes. Além de Maia, estiveram presentes o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o presidente do Congresso e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

O procurador-geral da República, Augusto Aras, e o presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Felipe Santa Cruz, também participaram da cerimônia.

Dessa forma, os chefes das principais instâncias de Poder no Brasil foram infectados pelo coronavírus:

Pelo menos 13 governadores também já tiveram diagnóstico positivo:

  • Wilson Witzel (PSC), do Rio de Janeiro
  • Helder Barbalho (MDB), do Pará
  • Paulo Câmara (PSB), de Pernambuco
  • Renan Filho (MDB), de Alagoas
  • Antonio Denarium (sem partido), de Roraima
  • Renato Casagrande (PSB), do Espírito Santo
  • Mauro Mendes (DEM), de Mato Grosso
  • Carlos Moisés (PSL), de Santa Catarina
  • Belivaldo Chagas (PSD), de Sergipe
  • Eduardo Leite (PSDB), do Rio Grande do Sul
  • João Doria (PSDB), de São Paulo
  • Wilson Lima (PSC), do Amazonas
  • Ibaneis Rocha (MDB), do Distrito Federal

Política