PUBLICIDADE
Topo

Política

Kalil rebate críticas de Eduardo Bolsonaro: "é o palanque, é o palhaço"

O prefeito reeleito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), rebateu crítica do deputado Eduardo Bolsonaro - Gledston Tavares/Framephoto/Estadão Conteúdo
O prefeito reeleito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), rebateu crítica do deputado Eduardo Bolsonaro Imagem: Gledston Tavares/Framephoto/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

02/12/2020 13h10

Reeleito em primeiro turno, o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), rebateu hoje a fala do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que criticou sua gestão e o chamou de "ditador" nas redes sociais.

Em entrevista à Globonews, Kalil disse que não costuma responder deputados, mas cutucou o filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). "Meu pai falava se não tiver público não tem picadeiro, se não tem picadeiro, não tem palhaço", declarou.

O prefeito disse respeitar posições contrárias, mas defendeu as medidas que tomou para enfrentar a covid-19 na capital mineira, que, segundo ele, tiveram como objetivo preservar a vida.

"Pensar diferente é um direito de todos, então tem gente que quer proteger a vida, tem gente que tem empatia", disse.

"Agora para te responder, é o seguinte, é o palanque, é o palhaço, é uma bobagem, eu não quero responder ninguém, já me ligaram, não quero repercutir, não quero aparecer em cima disso, espero que ele também não queira, porque é muito bobo (...) Eu tenho um cargo eletivo majoritário na terceira capital do Brasil, então o que eu espero, minimamente, é respeito", acrescentou, ao reforçar que governa para a população da cidade.

Política