PUBLICIDADE
Topo

Política

Direção do PSB pede que bancada não apoie candidato de Bolsonaro na Câmara

Direção do PSB pede que bancada não apoie candidato de Bolsonaro na Câmara - Flickr/ Palácio do Planalto
Direção do PSB pede que bancada não apoie candidato de Bolsonaro na Câmara Imagem: Flickr/ Palácio do Planalto

Luciana Amaral

Do UOL, em Brasília

11/12/2020 21h01

A direção nacional do PSB pediu hoje que a bancada do partido na Câmara não apoie o candidato do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), atualmente o líder do centrão, deputado Arthur Lira (PP-AL), à Presidência da Casa. As eleições internas para escolher quem vai suceder a Rodrigo Maia (DEM-RJ) no cargo e a nova Mesa Diretora acontecem em fevereiro de 2021.

A decisão foi tomada por unanimidade em reunião do diretório nacional do PSB. O presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, afirmou à reportagem que a recomendação à bancada na Câmara é que "sequer aprecie a hipótese da candidatura de Lira ou de qualquer candidato que tenha apoio do candidato do Palácio do Planalto".

Em reunião nessa semana, a maioria da bancada do PSB se posicionou a favor de Lira, que oficializou a candidatura essa semana. Ele conta com a preferência do presidente Jair Bolsonaro e o apoio de PL, PSD, Avante, Solidariedade, Patriota, Pros e PSC, além do próprio partido.

O apoio pelo candidato do bloco em articulação por Maia, porém, não é automático. Até porque o nome ainda não foi escolhido nem anunciado. Seu grupo é composto por MDB, PSDB, DEM, Cidadania e PV. Entre os mais cotados estão Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), Baleia Rossi (MDB-SP) e Elmar Nascimento (DEM-BA).

O líder do PSB na Câmara, deputado Alessandro Molon (RJ), que é contra o apoio a Arthur Lira, disse que a decisão da direção nacional do partido não poderia ser diferente.

"Partido de oposição não pode apoiar candidato do governo. É preciso preservar a independência da Câmara e proteger o Brasil de Bolsonaro", disse, em nota.

Política