PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
4 meses

Janaina Paschoal evita comentar sobre assédio na Alesp: 'Prudente aguardar'

Do UOL, em São Paulo

19/12/2020 10h41

A deputada estadual Janaina Paschoa (PSL-SP) divulgou uma mensagem hoje nas redes sociais para anunciar que, por enquanto, não irá se manifestar a respeito envolvendo dois colegas, Isa Penna (PSOL-SP) e Fernando Cury (Cidadania-SP).

Na última quinta-feira (17), Isa Penna registrou uma denúncia contra Cury, exibindo imagens de sessão realizada na véspera na Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo). No registro, enquanto ela conversa com o presidente Cauê Macris (PSDB-SP), o deputado do Cidadania se aproxima por trás e coloca as mãos na cintura dela, na altura dos seios.

A representante do PSOL registrou uma queixa contra Cury. Por sua vez, o deputado disse que não houve tentativa de assédio - mesmo assim, foi afastado do Cidadania, que avalia uma possível expulsão.

Hoje, nas redes sociais, Janaina Paschoal explicou que não se manifestará sobre o caso até segunda ordem, uma vez que pode ser chamada a participar de decisões formais envolvendo os deputados em questão.

"Estou sendo cobrada a me manifestar sobre os acontecimentos da semana na Alesp. Ocorre que, na condição de deputada estadual, posso ser chamada a decidir formalmente, ou seja, votar culpa e eventual punição", disse a representante do PSL. "Nesse contexto, penso ser o mais prudente aguardar."

Ainda de acordo com Janaina Paschoal, "há houve requerimento para convocação extraordinária".

"Se ocorrer, estarei presente e trabalharei tecnicamente, como sempre faço", declarou a deputada. "A diferença se faz no mundo real, não no virtual", encerrou.

Política