PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
9 meses

'No fundo, todo mundo torce', diz Bolsonaro sobre disputa no Congresso

O presidente Jair Bolsonaro e o deputado Arhur Lira, seu escolhido para a eleição da Câmara dos Deputados  - Reprodução
O presidente Jair Bolsonaro e o deputado Arhur Lira, seu escolhido para a eleição da Câmara dos Deputados Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

24/12/2020 20h46

Ao falar sobre a disputa pela presidência da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) citou a questão do desarmamento e indicou que seria importante escolher um representante comprometido com a pauta.

"O povo armado jamais será escravizado. No que depender de mim, vai ter mudança agora na Câmara e no Senado, então, lógico, todo mundo tem interesse. Os deputados têm interesse, alguns. Não tem esse negócio de ter partido votar fechado, muitas vezes os partidos votam rachados. Eles querem aquele candidato porque para eles aquele candidato é melhor", afirmou Bolsonaro, durante transmissão ao vivo nas redes sociais.

Na disputa na Câmara, o presidente apoia o líder do centrão, deputado Arthur Lira (Progressistas-AL), que concorre com Baleia Rossi (MDB-SP), indicado de Rodrigo Maia (DEM-RJ), atual presidente da Casa. No Senado, o atual presidente Davi Alcolumbre (DEM-AP) levou hoje seu candidato à sucessão deputado Rodrigo Pacheco (DEM-MG) para um almoço com Bolsonaro no Palácio da Alvorada.

"Nós do executivo temos nossas preferências. Aqui a gente não entra de peito aberto na campanha da Câmara e do Senado, até para respeitar a autonomia deles, mas no fundo todo mundo torce. De acordo com a mesa, podemos botar em votação o projeto de lei para revogar o estatuto do desarmamento. Tá vendo a importância de votar para deputado federal e senador bem?", disse.

Política