PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Em última semana de campanha, Lira critica protagonismo de Maia na Câmara

O deputado federal Arthur Lira (PP-AL) está entre os cotados para assumir a presidência da Câmara - Lucio Bernardo Junior/Câmara dos Deputados
O deputado federal Arthur Lira (PP-AL) está entre os cotados para assumir a presidência da Câmara Imagem: Lucio Bernardo Junior/Câmara dos Deputados

Kelli Kadanus

Colaboração para o UOL, em Brasília

25/01/2021 11h44Atualizada em 25/01/2021 11h44

Na reta final da campanha para a presidência da Câmara, o deputado federal Arthur Lira (PP-AL) lançou hoje um vídeo em que critica o protagonismo do atual presidente, Rodrigo Maia (DEM-RJ). "Eu conto com seu voto, daqueles que querem que a Câmara em que o 'nós' substitua o 'eu'. Uma Câmara de todos e não de um", afirmou.

Esta não é a primeira vez que Lira, candidato do Palácio do Planalto à presidência da Câmara, critica o "protagonismo exagerado" de Maia, que trabalha pela eleição de Baleia Rossi (MDB-SP) como seu sucessor.

"Meu principal compromisso é este: livrar a Câmara do personalismo e devolvê-la a cada parlamentar, que será ouvido, terá sua opinião levada em conta e terá espaço para debater", afirma Lira no vídeo de campanha divulgado hoje.

Ao longo dos últimos dois anos, Maia ganhou protagonismo como presidente da Câmara, principalmente pela articulação pela aprovação da reforma da Previdência e pelos embates com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Na semana passada, circulou nas redes sociais um vídeo que exalta a gestão de Maia à frente da Câmara. O presidente negou que a iniciativa tenha partido dele. A assessoria de imprensa de Maia afirmou que a empresa do digital fez um vídeo de prestação de contas em homenagem a Maia, mas postou antes da data prevista.

Lira criticou a divulgação do vídeo durante a campanha pela presidência da Câmara. "Fiz uma campanha limpa, acima da linha da cintura. Sem ataques apócrifos, anônimos e sem rosto. Sem vídeos sem assinatura, supostamente sem autores. Aliás, o lado de lá, até quando assina um vídeo, diz que é obra de voluntários e não reconhece a autoria. Um vídeo que, aliás, usurpa para um só deputado conquistas que foram dos 513", disse.

O candidato também reforçou outros compromissos de campanha, como a vacinação para todos os brasileiros, pautas sociais, aprovação de reformas e garantia da estabilidade fiscal.

A eleição para presidência da Câmara está marcada para a próxima segunda-feira (1) e promete ser acirrada. Até agora, Lira tem o apoio formal de 10 partidos, com 230 deputados. Já Baleia Rossi tem o apoio de 11 partidos, com 238 deputados.

Como a votação é secreta, pode haver "traições" dentro dos blocos formados até agora.

Política