PUBLICIDADE
Topo

Política

'Fizemos o dever de casa' diz Ricardo Salles sobre o Acordo de Paris

Ministro Ricardo Salles.  - Carolina Antunes/PR
Ministro Ricardo Salles. Imagem: Carolina Antunes/PR

Do UOL, em São Paulo

22/02/2021 02h53Atualizada em 22/02/2021 07h41

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou que o Brasil fez o seu dever com o acordo de Paris, mas que não recebeu retorno financeiro do grupo. A declaração foi dada durante sua participação no programa "Poder em Foco", do SBT, na madrugada desta segunda-feira.

Após ser questionado por Roseann Kennedy, apresentadora do programa, e pelo jornalista Afonso Benites sobre a cobrança de líderes europeus sobre os cuidados com a Amazônia, Salles respondeu que o Brasil fez o seu papel e que o país está no lugar de cobrador, e não de devedor.

"Nós fizemos o nosso dever de casa com o Acordo de Paris. No começo do governo, havia uma especulação sobre se o Brasil ia ficar ou não no Acordo. Decidimos ficar, mas até agora não recebemos a contrapartida financeira. Nós estamos no lugar de cobrador."

Recentemente, o governo brasileiro e o governo dos Estados Unidos tiveram a primeira reunião para tratar do meio ambiente e a conversa foi marcada por um recado claro enviado pelo presidente Jair Bolsonaro: o Brasil vai se comprometer com metas de redução de desmatamento e queimadas se houver a injeção direta de dinheiro estrangeiro no país. Sem recursos dos Estados Unidos e demais países ricos, não há como proteger o meio ambiente como previsto em acordos internacionais, diz o governo brasileiro.

O governo Bolsonaro entende que, até agora, o Brasil se comprometeu com outros países a ajudar no enfrentamento das mudanças climáticas e metas previstas no Acordo de Paris, mas sem impor condicionantes claras e financeiras para atingir esses compromissos.

Política