PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
15 dias

Lula não se renova e Bolsonaro é o fundo do poço, diz Ciro

Para Ciro Gomes é preciso renovação, e parte disso envolve esquecer o passado  - Kleyton Amorim/UOL
Para Ciro Gomes é preciso renovação, e parte disso envolve esquecer o passado Imagem: Kleyton Amorim/UOL

Colaboração para o UOL

16/04/2021 20h14

O ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT) disse hoje que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva "não se renova" e que o presidente Jair Bolsonaro é "o fundo do poço". As falas se referem ao cenário político e eleitoral de 2022, para o qual o pedetista também é possível candidato.

"O Lula não se renova. Ele pode fazer o que quiser e bem entender e todo mudo bate palma e diz amém, e isso que corrompeu o Lula. Tenho estima por ele, mas ele não se renova, e o Brasil é um detalhe. O negócio é ele, ele, ele e depois ele de novo", disse, em entrevista a José Luiz Datena, no programa Manhã Bandeirantes. Para Ciro, o ex-presidente "faz de conta que somos um bando de imbecis, desmemoriados".

Quando questionado sobre o que seria pior para o país, entre Lula e Bolsonaro, Ciro perguntou se "vale morrer?" e completou dizendo que o atual presidente é "o fundo do poço". Apesar de dizer respeitar aqueles que elegeram Bolsonaro, o pedetista disse querer se "reconciliar com esse povo", que acredita terem sido enganados.

Em termos gerais, Ciro afirmou que o pior para o Brasil é a polarização. Isso porque, segundo ele, tira a paz necessária ao brasileiro para "construir uma saída para a mais grave crise social, de saúde pública, econômica e de relações internacionais da história".

Para alcançar esse objetivo, Ciro acredita que a primeira tarefa é derrotar Bolsonaro e, depois, "colocar uma coisa nova no lugar da terra arrasada que o próximo presidente vai receber". Por isso, segundo ele, também será necessário "botar o dedo no nariz e obrigar todo o povo brasileiro a esquecer tudo isso (PT)".

Política