PUBLICIDADE
Topo

Política

Ministro da Saúde aplica doses de vacina contra coronavírus

Divulgação faz parte da guinada pró-vacina feita pelo presidente e seu governo - Reprodução/Twitter/@Mqueiroga2
Divulgação faz parte da guinada pró-vacina feita pelo presidente e seu governo Imagem: Reprodução/Twitter/@Mqueiroga2

Eduardo Militão

Do UOL, em Brasília

18/04/2021 16h12

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, vacinou pessoas contra o novo coronavírus no sábado (17). Ele divulgou imagens em redes sociais. Um dos vídeos foi compartilhado neste domingo (18) por um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

"A vacinação é a esperança para vencermos a pandemia", afirmou o ministro da Saúde, ao comentar uma das aplicações. "Hoje [sábado], durante a inauguração de uma unidade básica de saúde em São Mamede, na Paraíba, vacinei um técnico em enfermagem."

Mais de 32,5 milhões de doses foram aplicadas no país. O Ministério da Saúde anuncia, porém, que já distribuiu 53 milhões de vacinas aos estados.

Ainda neste domingo, o presidente Jair Bolsonaro prometeu que a Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) vai entregar 18 milhões de doses de imunizantes até o final do mês.

A divulgação da vacinação feita pelo governo faz parte da mudança de postura do presidente e de seu governo em relação aos imunizantes. Durante o ano de 2020, Bolsonaro criticou a vacina CoronaVac, desenvolvida em São Paulo, anunciou o cancelamento de compras do imunizante e também rejeitou comprar o produto desenvolvido pela Pfizer-Biontech.

No lugar das vacinas, ele defendeu o tratamento precoce e o uso de medicamentos sem eficácia comprovada contra a covid-19, como a cloroquina.

Em 2021, a estratégia mudou. O presidente e seus aliados abraçaram o discurso de defesa das vacinas, como grande parte da população.

Mais de 370 mil brasileiros já morreram por causa da covid-19.

Política