PUBLICIDADE
Topo

Política

Lewandowski põe sigilo em perícias da Operação Spoofing

Rafael Neves

Do UOL, em Brasília

26/04/2021 17h22Atualizada em 26/04/2021 17h24

O ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal), decretou sigilo sobre os relatórios de perícia da Operação Spoofing, que mira hackers acusados de invadirem celulares de autoridades. O material aparece no processo que corre contra o grupo na 10ª Vara Federal de Brasília, também em sigilo.

Lewandowski havia pedido cópias das perícias em 14 de abril, depois de um relatório da Polícia Federal afirmar que não era possível atestar a autenticidade e a integridade das mensagens entre integrantes da Lava Jato apreendidas com os hackers.

Para a PGR (Procuradoria-geral da República), a perícia da PF invalida o uso dos diálogos como prova em processos. Essa afirmação foi feita em uma manifestação contrária ao inquérito aberto pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) contra os procuradores da Lava Jato, para apurar menções aos ministros nos diálogos vazados.

Essa investigação está suspensa desde o dia 30 de março, por decisão da ministra do STF Rosa Weber.

O material aparece no processo que corre contra o grupo na 10ª Vara Federal de Brasília, também em sigilo.

Política