PUBLICIDADE
Topo

Política

Carla Zambelli pergunta à deputada do PSOL se ela usa maconha

Carla Zambelli (PSL-SP)  - LUIS MACEDO/CÂMARA DOS DEPUTADOS
Carla Zambelli (PSL-SP) Imagem: LUIS MACEDO/CÂMARA DOS DEPUTADOS

Do UOL, em São Paulo

03/05/2021 20h06

Aliada do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) protagonizou bate-boca nas redes sociais e perguntou a também parlamentar Vivi Reis (PSOL-PA) se ela usa maconha.

A discussão pública entre bolsonaristas e psolistas começou depois que Vivi Reis acusou Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) de insinuar que ela estava sob efeitos de drogas ilícitas durante a Comissão do Meio Ambiente, que apura desmatamento na região Amazônica, redução do Orçamento do ministério e licenciamento ambiental.

Em seguida, Carla Zambelli interveio e escreveu. "Estou curiosa. Você não usa maconha? Por que o PSOL defende a liberação e parece que você se ofendeu por algo que defendem, fiquei confusa", disse, em tom de ironia.

Vivi Reis, então, rebateu a bolsonarista. "A deputada Carla Zambelli deve estar sem trabalho na Comissão de Meio Ambiente a qual preside. Está fiscalizando o Twitter, buscando desviar o foco das denúncias ambientais gravíssimas que comprometem a sua tropa bolsonarista. Trabalhe mais, deputada!", ressaltou.

"Curioso é que os bolsonaristas chamem a única mulher preta que os questionou hoje de 'maconheira'. A nossa defesa da legalização é por essa ser uma questão de saúde pública e isso não nos define enquanto usuários, mas sim como defensores da vida, contra a guerra aos pobres e pretos", completou, em seguida.

Lá e cá

O bate-boca promovido nas redes sociais ocorreu depois do clima tenso, mais cedo, durante a reunião das comissões de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

A sessão foi presidida por Zambelli e foi palco de bate-boca entre deputados de oposição e o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Durante a discussão, é possível ouvir um dos parlamentares chamando o ministro de "moleque", ainda que não seja possível identificar de qual parlamentar veio o xingamento.

Política