PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
6 meses

Lula elogia entrevista de FHC e diz que votaria no tucano contra Bolsonaro

Em 2003, FHC passou a faixa presidencial para Lula; petista disse que sempre teve "disputa civilizada" com o tucano - Lula Marques/Folhapress
Em 2003, FHC passou a faixa presidencial para Lula; petista disse que sempre teve 'disputa civilizada' com o tucano Imagem: Lula Marques/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

19/05/2021 15h07Atualizada em 19/05/2021 15h33

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT-SP) elogiou hoje um outro ex-ocupante do Palácio do Planalto, Fernando Henrique Cardoso (PSDB-SP), após o tucano conceder uma entrevista ao programa "Conversa com Bial", da TV Globo.

Na ocasião, após criticar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), FHC disse que, entre o petista e o militar reformado, votaria no primeiro nas eleições presidenciais no ano que vem, avaliando que Lula é um "democrata" que respeita as instituições republicanas.

No Twitter, Lula disse que gostou da entrevista de FHC ao talk show do jornalista Pedro Bial e que sempre teve uma "disputa civilizada" com o tucano, com quem disputou duas eleições presidenciais, em 1994 e 1998, perdendo ambas.

Fico feliz que ele tenha dito que votaria em mim e eu faria o mesmo se fosse o contrário. Ele sempre foi um intelectual e sabe que não dá para inventar uma candidatura. Luiz Inácio Lula da Silva (PT-SP), ex-presidente do Brasil

Com "inventar uma candidatura", Lula se referia ao fato de FHC ter dito que se faz necessária a existência de uma frente contra "quem está ganhando" — no caso, tanto Lula como Bolsonaro, que lideram as últimas pesquisas de intenção de voto.

Ainda sim, Fernando Henrique Cardoso afirmou que gostaria de "votar com tranquilidade" contra a reeleição de Bolsonaro e que, caso não apareça um candidato forte de terceira via em 2022, votaria no petista.

"Ele faz uma ponte aí. E, em certas circunstâncias, é melhor ter a ponte do que alguém que derrube pontes", afirmou FHC, dizendo que o petista é "uma pessoa curiosa" que "olha para os que mais precisam" e que também "gosta dos que não precisam".

"Como pessoa, o Lula é sagaz. Desde que o conheci, fiquei admirado com a capacidade que ele tinha. Ele percebe na hora, e ele muda na hora também. Ele é rápido. Ele não precisa ler, ele percebe", disse em outro momento da entrevista.

Segundo pesquisa Datafolha divulgada na última quarta-feira (12), Lula lidera a corrida eleitoral em 2022, marcando 41% das intenções de voto no primeiro turno, contra 23% de Bolsonaro.

O ex-juiz Sergio Moro aparece como terceiro colocado, com 7%. Ciro Gomes (PDT-CE), antigo aliado de Lula e hoje crítico ao ex-presidente, marca 6%. Representante tucano, o governador de São Paulo, João Doria, aparece na sexta colocação, com 3% das intenções de voto.

Política