PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Senador comenta suposto atentado a Joice: 'Fato de extrema gravidade'

Do UOL, em São Paulo

23/07/2021 09h22Atualizada em 23/07/2021 19h24

O senador Fabiano Contarato (Rede-ES) afirmou hoje que o suposto atentado a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) é um "fato de extrema gravidade" e sugeriu que a parlamentar faça um exame toxicológico. Além de parlamentar, Contarato atua como delegado da Polícia Civil.

"A primeira coisa que deveria ser feita é a deputada se submeter a um exame toxicológico, até para saber em quais circunstâncias ocorreu a lesão corporal. É um conjunto de provas usadas dentro do processo penal para chegar a verdade", afirmou Contarato ao UOL News. "Pegaria vídeo de monitoramento para saber se esse apartamento estava efetivamente fechado, solicitaria perícia para verificar se há vestígios ou coleta de digitais. É um fato de extrema gravidade".

Segundo o senador, o caminho da investigação deve ser a preservação de provas. "Se houver positivação do eventual exame toxicológico, avaliar como ingestão ocorreu, se foi induzida ou ministrada".

Joice acionou a polícia legislativa para apurar o ocorrido.

Em post nas redes sociais, Joice compartilhou ontem vídeo em que mostra machucados, inchaços e roxos pelo rosto, além de boca cortada e dente quebrado. Na publicação, ela relata, ainda, estar com o joelho trincado e diz: "não consigo entender o que aconteceu". A deputada acredita ter sofrido um atentado em sua casa, em Brasília, no último sábado (17).

Para o colunista do UOL, Leonardo Sakamoto, é um caso que fica entre a esfera pessoal e pública. "Joice fala para o jornal O Globo que achou, inicialmente, que caiu e bateu a cabeça, mas depois estranhou porque tinham contusões em diferentes partes do corpo. A história é extremamente estranha".

Política