PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Bolsonaro aparece com seis dedos em publicação nas redes sociais

13.set.2021 - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em cerimônia no Palácio do Planalto - Adriano Machado/Reuters
13.set.2021 - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em cerimônia no Palácio do Planalto Imagem: Adriano Machado/Reuters

Do UOL, em São Paulo

22/09/2021 15h54Atualizada em 22/09/2021 16h43

A edição de uma imagem usada nas redes sociais do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) o deixou com seis dedos. A foto gerou um enxurrada de comentários, entre piadas e comparações com o ex-presidente Lula, que perdeu o mindinho da mão esquerda em um acidente de trabalho.

Na foto de Bolsonaro, o presidente está de perfil, sério e com a mão direita sobre o peito, como quando se canta o hino nacional. Foi aplicada na imagem um tipo de filtro que causou a multiplicação dos dedos. O rosto do presidente também aparece parcialmente duplicado.

A publicação foi usada para compartilhar um resumo da participação de Bolsonaro na Assembleia-Geral da ONU (Organização das Nações Unidas). O post repete algumas desinformações que já foram ditas por Bolsonaro em seu discurso de abertura do evento.

Entre os tópicos destacados no post, também constam a contrariedade a medidas sanitárias de combate à covid-19, como a vacinação obrigatória e a adoção de passaporte sanitário.

Ao menos duas informações no post não são completamente verdadeiras. Segundo dados da ONU (Organização das Nações Unidas) e do Banco Mundial, o Brasil não é o país que mais preserva o meio ambiente, seja pelo critério de cobertura florestal ou pelo de áreas de preservação ambiental. O país também aumentou em quase 100% o desmatamento anual se compararmos os dados de 2021 com os de 2018, antes do governo Bolsonaro.

Além disso, como já foi checado pelo UOL Confere ontem, a informação de que o Brasil alimenta 1 bilhão de pessoas pelo mundo é distorcida. O país é responsável por 10% da produção mundial de trigo, soja, milho, arroz e cevada -- o que, com base em um cálculo bastante primário, poderia alimentar cerca de 10% da população mundial (800 milhões), incluindo brasileiros. Porém, especialistas contestam este dado, uma vez que ele não considera desperdício na cadeia produtiva e nem o fato de que a produção de soja e milho não é toda voltada para o consumo humano.

Veja algumas reações à imagem:

Política