PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
15 dias

Eduardo Paes rebate crítica de Osmar Terra e o chama de 'Dr. Terra Plana'

Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, disse que Osmar Terra estava passando vergonha ao criticar passaporte vacinal com informação distorcida - Reprodução/Youtube
Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, disse que Osmar Terra estava passando vergonha ao criticar passaporte vacinal com informação distorcida Imagem: Reprodução/Youtube

Do UOL, em São Paulo

27/09/2021 15h21

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), rebateu hoje uma crítica do ex-ministro da Cidadania Osmar Terra sobre o passaporte vacinal do Rio. O carioca aproveitou para provocar, chamando Osmar Terra de "Dr. Terra Plana".

Osmar Terra havia compartilhado em seu perfil no Twitter uma reportagem que dizia que a OMS (Organização Mundial de Saúde) não defende a adoção de passaportes internacionais de vacinação contra covid-19. A matéria dizia que a organização era contra a medida em função da extrema desigualdade no acesso aos imunizantes entre os países.

Ao divulgar a notícia, Terra marcou o prefeito Eduardo Paes e o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, questionando se eles não acreditavam mais na OMS, em referência à adoção do passaporte vacinal na cidade.

O modelo que a OMS rejeita, no entanto, não é o mesmo adotado na cidade do Rio de Janeiro, onde a comprovação de vacinação é exigida para o acesso a determinados locais e eventos.

"Prezado Doutor Terra Plana, acreditamos na ciência e também na interpretação de texto", respondeu Eduardo Paes. "A matéria diz que a OMS é contra o passaporte vacinal para VIAGENS INTERNACIONAIS, devido à distribuição desigual de vacinas no mundo", continuou, explicitando a diferença entre os casos.

Paes ainda arrematou dando um último recado para Osmar Terra, conhecido por divulgar desinformação a respeito da covid-19: "Se tivesse lido, evitaria passar mais essa vergonha."

Política