PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
4 meses

Políticos lamentam tragédia em Petrópolis: 'Imagens são chocantes'

16.fev.22 - Petrópolis amanhece com lama e destruição após forte temporal que atingiu a cidade e deixou vários mortos - Lola Ferreira
16.fev.22 - Petrópolis amanhece com lama e destruição após forte temporal que atingiu a cidade e deixou vários mortos Imagem: Lola Ferreira

Do UOL, em São Paulo

16/02/2022 09h40Atualizada em 16/02/2022 12h58

Políticos e autoridades usaram as redes sociais para lamentar as mortes de ao menos 44 pessoas após as fortes chuvas que atingiram Petrópolis (RJ) ontem.

Em viagem oficial à Rússia, o presidente Jair Bolsonaro (PL) determinou que ministros de seu governo deem o apoio necessário às vítimas. Segundo o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, o mandatário irá ao município na sexta-feira.

O presidente em exercício, Hamilton Mourão (PRTB), disse que o governo está se mobilizando para minimizar os danos causados pelas chuvas.

O ministro da Cidadania, João Roma, disse que uma força-tarefa está sendo montada para atender moradores da região.

Outros ministros do governo e o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), um dos filhos do presidente, também manifestaram pesar com a tragédia. "Estou à disposição para ajudar no que for preciso", escreveu o parlamentar.

Doria coloca bombeiros de SP à disposição

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), pré-candidato à Presidência, disse que conversou com o governador do Rio, Cláudio Castro (PL), e colocou à disposição a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros paulista caso seja necessário.

"Minha solidariedade a todas as famílias atingidas pelas fortes chuvas em Petrópolis. Uma tragédia", escreveu o tucano.

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), lembrou que a cidade vive o mesmo drama que municípios baianos enfrentaram no fim do ano devido às fortes chuvas. "Nossa solidariedade às famílias atingidas pelas chuvas, alagamentos e deslizamentos de terra, principalmente àquelas que perderam seus parentes."

O ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia (sem partido-RJ) também manifestou solidariedade à população da cidade. "As imagens da destruição da cidade são chocantes, que tristeza!"

O deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ) disse que viveu de perto o desastre na região serrana em 2011, que deixou mais de 900 mortos, e que vai se deslocar para a cidade.

"Estou em Brasília mas já buscando voo para o estado do Rio pra me dirigir a Petrópolis. Vivi de perto o desastre de 2011 na região serrana e sei a importância dos apoios nesse duro momento. Durante o dia vamos dando mais informações de utilidade pública pelas nossas redes."

A deputada federal Bia Kicis (PSL-DF), também prestou sua solidariedade. "Que as autoridades consigam aliviar os estragos causados e que a sociedade civil consiga se mobilizar em prol dos vítimas e seus familiares!"

O deputado Marcelo Freixo (PSB-RJ) disse que o momento é de "união para trabalharmos juntos e socorrermos a população".

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) manifestou sua solidariedade e pediu que todos unam esforços para reconstruir a cidade.

A senadora Simone Tebet (MDB-MS), pré-candidata à Presidência, também prestou solidariedade. "Que Deus ilumine e conforte as famílias das vítimas."

O ex-juiz Sergio Moro (Podemos), pré-candidato ao Palácio do Planalto, disse que é urgente que ações sejam tomadas para prevenir tragédias como essas.

Ciro Gomes, pré-candidato pelo PDT, também prestou solidariedade e disse que vai cobrar para que os governos forneçam assistência.

Política