PUBLICIDADE
Topo

Política

Com shows e bebida liberada, deputado do Rio reúne multidão em aniversário

Ruben Berta

Do UOL, no Rio

04/04/2022 04h00

O deputado estadual e ex-secretário de Governo do Estado do Rio Rodrigo Bacellar (Solidariedade) reuniu uma multidão neste fim de semana em sua festa de aniversário de 42 anos numa casa de shows em Campos dos Goytacazes, seu principal reduto eleitoral.

Imagens divulgadas em redes sociais mostram que o evento teve apresentações de artistas consagrados como Belo e Sandra de Sá e comida e bebida liberada. Foram distribuídos até brindes personalizados, como taças e bonés, com o nome do parlamentar.

O UOL questionou Bacellar, através de sua assessoria de imprensa, sobre os custos da festa, sem sucesso. Caso ele se manifeste, a resposta será incluída na reportagem. Atualmente, seu salário como parlamentar é de R$ 25,3 mil brutos ou R$18,8 mil líquidos.

O deputado Rodrigo Bacellar, em sua festa de aniversário - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
O deputado Rodrigo Bacellar, em sua festa de aniversário
Imagem: Reprodução/Instagram

O próprio deputado não divulgou a festa em suas redes sociais, mas vídeos postados por convidados no Instagram mostram que o evento começou na noite de sábado e se estendeu pela madrugada, terminando com a bateria da Mangueira e o funkeiro MC Serginho no palco.

O mestre de cerimônia da festa foi o promoter David Brazil. Na apresentação do evento, ele brincou com o público dizendo que muitas pessoas só estavam ali para comer de graça:

É um prazer maravilhoso estar nesse boteco aqui que eu pensei que era o Maracanã. É muita gente, meu Deus. A cidade inteira (de Campos) está aqui. Até quem não gosta do Bacellar [veio]. Até quem não gosta dele veio aqui comer de graça!
David Brazil - promoter

As imagens em redes sociais mostram que a festa teve salgadinhos, churrasco, cerveja e drinks liberados. Foi feita uma decoração temática para que a casa de shows Usina do Queimado se transformasse no "boteco do Bacellar".

Vários colegas do deputado na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio) estiveram no evento para prestigiar o parlamentar. Rodrigo Amorim (PTB) e Alexandre Freitas (Podemos) subiram no palco onde os artistas se apresentaram.

Dois deputados que chegaram a ficar cerca de um ano presos por causa da Operação Furna da Onça, do Ministério Público Federal, mas recuperaram seus mandatos em 2020, também compareceram: Marcus Vinícius Neskau (PTB) e Luiz Martins (PDT).

A primeira-dama do Estado do Rio, Analine Castro, sambou no palco ao som do cantor Belo. Bacellar vinha exercendo o cargo de secretário estadual de Governo desde o ano passado e foi exonerado na última sexta para voltar à Alerj já que pretende concorrer à reeleição.

Na semana passada, Belo já havia se apresentado no aniversário do governador Cláudio Castro (PL), que reuniu centenas de pessoas no Jockey Club da capital fluminense.

A comemoração de Castro provocou a reação de parlamentares da oposição, que pediram ao Ministério Público a investigação dos gastos.

O governador alegou que a sua festa de aniversário foi bancada por amigos e secretários. A boate dentro do Jockey Club onde ocorreu o evento foi cedida gratuitamente, segundo a assessoria de imprensa de Castro.

O governo alegou que os artistas também se apresentaram de graça. Reportagem do UOL revelou que uma das atrações, o cantor Alex Cohen, irá receber R$ 20 mil do estado por causa de um show realizado dias antes, também no Jockey Club, num evento de turismo.

Política