PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
2 meses

Seguranças de Cláudio Castro sofrem ataque a tiros em Macaé, diz governo

Cláudio Castro, governador do Rio de Janeiro - Rogerio Santana/Governo do Rio de Janeiro
Cláudio Castro, governador do Rio de Janeiro Imagem: Rogerio Santana/Governo do Rio de Janeiro

Giovanna Galvani

Do UOL, em São Paulo

15/06/2022 14h34Atualizada em 15/06/2022 16h31

Uma equipe de segurança do governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), foi atacada a tiros na manhã de hoje na cidade de Macaé, disse o governo do estado em nota.

O Palácio Guanabara afirmou que a equipe do Gabinete de Segurança Institucional do governo "fazia uma precursora de uma agenda do governador" — ou seja, se dirigia ao local antes do início do evento — quando foi "atacada a tiros por criminosos da Favela Nova Holanda".

Um dos policiais militares que integra a equipe foi atingido e encaminhado ao Hospital Municipal de Macaé. A prefeitura do município informou que o paciente encontra-se estável e que aguarda transferência para a capital do Rio de Janeiro.

Van do Gabinete de Segurança Institucional baleada em ataque. - Divulgação - Divulgação
Van do Gabinete de Segurança Institucional baleada em ataque.
Imagem: Divulgação

Segundo a agenda de Castro, que também é pré-candidato ao governo do Rio, ele estaria hoje em Macaé as 15h para dar início à "duplicação da Ponte da Barra e das obras da revitalização da Avenida Rui Barbosa". A agenda foi mantida, e Cláudio Castro será recebido por Welberth Rezende (Cidadania), prefeito de Macaé, no local.

O UOL procurou a PMERJ (Polícia Militar do Rio de Janeiro) e a assessoria de imprensa do governador para mais informações, mas ainda não obteve retorno.

Política