PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Bombig: Áudio de Milton Ribeiro puxa crise para mais perto do Planalto

Colaboração para o UOL

24/06/2022 18h32

Na avaliação do colunista do UOL Alberto Bombig, o áudio do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro em que o pastor aparece revelando que o presidente Jair Bolsonaro (PL) o alertou sobre uma busca e apreensão contra ele aproxima a crise do Palácio do Planalto.

"O fato político desse áudio é trazer o Palácio do Planalto para mais próximo do epicentro dessa crise, que estava localizada, basicamente, no MEC [Ministério da Educação]", analisou o jornalista, em comentário durante o UOL News hoje.

De acordo com transcrição divulgada pela GloboNews e obtida pelo UOL, a conversa de Milton Ribeiro se deu com a filha. O ex-ministro diz que recebeu informações de Jair Bolsonaro sobre uma possível operação:

  • Ministro para a filha: "A única coisa meio... hoje o presidente me ligou... ele tá com um pressentimento, novamente, que eles podem querer atingi-lo através de mim, sabe? É que eu tenho mandado versículos pra ele, né?"
  • Filha pergunta: "Ele quer que você pare de mandar mensagens?"
  • Ministro responde: "Não! Não é isso... ele acha que vão fazer uma busca e apreensão... em casa... sabe... é... é muito triste. Bom! Isso pode acontecer, né? Se houver indícios, né?".

"Ninguém tem pressentimento, pressentimento é eufemismo que você usa em ligação, até porque o ambiente não é tão seguro. A própria filha fala que está falando de um telefone normal. Tudo indica que possa ter tido informação privilegiada e passou essa informação adiante. Comprova ou reforça a história que Sergio Moro disse lá atrás", disse Bombig.

Em 2020, ao deixar o cargo de ministro, Moro disse que Bolsonaro havia trocado o comando da PF para ter acesso a investigações e relatórios da entidade, o que é proibido pela legislação.

Política