PUBLICIDADE
Topo

Política

O que diz a nova pesquisa Datafolha para presidente

Bolsonaro e Lula são pré-candidatos à Presidência da República - Agência Brasil
Bolsonaro e Lula são pré-candidatos à Presidência da República Imagem: Agência Brasil

Do UOL, em São Paulo

28/07/2022 19h18

Datafolha - Pesquisa muito confiável -  -

O presidente Jair Bolsonaro (PL) cresceu entre o eleitorado feminino, enquanto o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teve aumento das intenções de votos entre os homens na disputa pela Presidência da República nas eleições de 2022. É o que aponta a pesquisa Datafolha, contratada pelo jornal Folha de S.Paulo, publicada na noite de hoje (28).

De acordo com o levantamento, Bolsonaro subiu seis pontos percentuais em relação à pesquisa anterior, publicada em 23 de junho. A margem de erro do Datafolha é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, mas dentro deste segmento específico, ela é de três pontos para mais ou para menos.

Apesar do avanço, que ocorre com a maior participação da primeira-dama Michelle Bolsonaro em eventos de campanha, o presidente ainda perde para Lula entre as mulheres, que representam 52% da população. O petista tem 46% de intenção de votos femininos (antes, eram 49%), enquanto Bolsonaro tem 27%.

Por outro lado, Lula cresceu quatro pontos entre os homens, enquanto Bolsonaro caiu quatro pontos entre o eleitorado masculino. O petista lidera por 48% a 32% neste segmento, que representa 48% da população brasileira.

O índice de confiança da pesquisa é de 95%. O Datafolha entrevistou pessoalmente 2.556 eleitores com 16 anos ou mais em 183 municípios entre os dias 27 e 28 de julho. O levantamento foi registrado sob o protocolo BR-01192/2022 no TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Lula lidera por 18 pontos de diferença

Lula lidera a pesquisa com 47% das intenções de voto, mesmo percentual apresentado no Datafolha do mês passado. Bolsonaro aparece em segundo lugar, com 29%, após ter oscilado um ponto para cima em relação a junho.

Ciro Gomes (PDT), em terceiro, manteve 8%, mesmo patamar do levantamento anterior. Os demais candidatos tiveram desempenho de 2% para baixo. Confira o resultado da pesquisa estimulada:

  • Lula (PT): 47%
  • Jair Bolsonaro (PL): 29%
  • Ciro Gomes (PDT): 8%
  • Simone Tebet (MDB): 2%
  • André Janones (Avante): 1%
  • Pablo Marçal (Pros): 1%
  • Vera Lucia (PSTU): 1%
  • Leonardo Péricles (UP): não pontuou
  • Sofia Manzano (PCB): não pontuou
  • José Maria Eymael (DC): não pontuou
  • Luciano Bivar (União Brasil): não pontuou
  • General Santos Cruz (Podemos): não pontuou
  • Luiz Felipe D'Ávila (Novo): não pontuou
  • Brancos/nulos/nenhum: 6%
  • Não sabem: 3%

Lula lidera entre camadas mais pobres; Bolsonaro entre mais ricos

Entre os eleitores que ganham até dois salários mínimos (53% dos entrevistados), Lula lidera com 54%, embora tenha oscilado dois pontos para baixo. Bolsonaro, com 23%, ganhou três pontos percentuais dentro deste segmento.

O crescimento de Bolsonaro ocorreu após a aprovação da PEC dos Auxílios, que prevê o reajuste de R$ 400 para R$ 600 do Auxílio Brasil (o antigo Bolsa Família), aumento do vale-gás de R$ 53 para R$ 120 e a criação de auxílios para caminhoneiros e taxistas. A proposta tem validade até dezembro deste ano, e é vista pela base aliada do governo como uma das medidas que pode melhorar o desempenho do presidente nas pesquisas.

Lula cresceu cinco pontos na faixa que recebe entre cinco e dez salários mínimos, com 34% das intenções de votos. Bolsonaro lidera entre os que recebem mais de 10 salários mínimos, mas teve queda de seis pontos neste eleitorado.

Confira o levantamento:

Até 2 salários mínimos

  • Lula: 54%
  • Bolsonaro: 23%

Entre 2 e 5 salários mínimos

  • Lula: 40%
  • Bolsonaro: 34%

Entre 5 e 10 salários mínimos

  • Lula: 34%
  • Bolsonaro: 44%

Mais de 10 salários mínimos

  • Lula: 33%
  • Bolsonaro: 41%

Bolsonaro lidera entre evangélicos

A preferência do eleitor evangélico por Bolsonaro subiu de 40% para 43% neste último mês. No caso de Lula, oscilou para baixo: o petista tinha 35% e passa a ter, agora, 33%.

Entre os católicos, o petista lidera por 52% a 25%.

Sobre o Datafolha

O Datafolha é um instituto de pesquisas ligado ao jornal Folha de S.Paulo e só realiza pesquisas eleitorais financiadas por grupos de comunicação. As pesquisas geralmente são feitas abordando entrevistados em pontos de grande fluxo de pessoas em áreas estabelecidas conforme distribuição do eleitorado brasileiro.

Política