PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
15 dias

Janones marca conversa com Lula e considera desistência para apoiar petista

O parlamentar e o petista trocaram mensagens publicamente pelo Twitter - PABLO VALADARES/CÂMARA DOS DEPUTADOS
O parlamentar e o petista trocaram mensagens publicamente pelo Twitter Imagem: PABLO VALADARES/CÂMARA DOS DEPUTADOS

Pedro Vilas Boas e Weudson Ribeiro

Colaboração para o UOL, na Bahia e em Brasília

29/07/2022 17h36Atualizada em 29/07/2022 22h45

O deputado federal André Janones (Avante) disse hoje que desistirá de concorrer à Presidência da República a fim de apoiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se o petista aceitar incorporar em seu plano de governo a permanência do Auxílio Brasil de R$ 600, com criação de valor dobrado para mães solo. Ao UOL, o congressista reconhece que sua candidatura não tem viabilidade eleitoral e afirma ter pouca expectativa de que Lula ceda à reivindicação.

O martelo será batido após reunião com Lula na próxima quinta-feira (4), segundo Janones. "A gente vai conversar sobre o país. Existe a possibilidade de que eu desista, mas para isso Lula teria que fazer uma série de concessões do ponto de vista programático. Não espero que essas propostas sejam aceitas, mas espero ser surpreendido positivamente. Caso Lula aceite minhas propostas, não vejo problema em abdicar da candidatura", afirmou.

A declaração ocorre após pesquisa Datafolha divulgada ontem apontar que Lula segue na liderança no primeiro turno para a Presidência da República, com 47% das intenções de voto, seguido por Bolsonaro (29%) e Ciro Gomes (8%). A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Interação no Twitter

Nesta semana, Lula reagiu a uma publicação em que o deputado o convidou para conversar. Na manhã desta sexta-feira (29), Janones respondeu que aceita um encontro com o petista. "Bolsonaro me bloqueou, Ciro não aceitou encontrar comigo, Tebet ignorou por completo minha existência, enquanto aquele que lidera as pesquisas pediu publicamente pra conversar comigo. Humildade e democracia andam lado a lado. Convite aceito. Vamos conversar, Lula", escreveu Janones.

Lula e o parlamentar mineiro se conheceram durante a última visita do ex-presidente a Brasília, há três semanas. No encontro, os dois conversaram na presença da presidente do PT, Gleisi Hoffmann.

Busca de Lula por Luciano Bivar

Além de Janones, Lula também tem buscado o apoio do deputado federal Luciano Bivar, pré-candidato da União Brasil. A alta cúpula PT promete que, em caso de eventual vitória de Lula, deverá apoiar Bivar na disputa pela presidência da Câmara dos Deputados em 2023.

A cúpula da União Brasil descarta apoiar Lula oficialmente no primeiro turno, no entanto a possível desistência de Bivar significaria um gesto em direção ao petista contra a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL). Além do PT, interlocutores de Bolsonaro e de Ciro Gomes (PDT) também mantiveram conversas com o União Brasil, partido que detém a maior fatia de fundo eleitoral e o maior tempo de propaganda de rádio e televisão.

Política