PUBLICIDADE
Topo

Política

CE: Candidato do PT quer fortalecer Polícia Civil e ampliar escola integral

Pedro Vilas Boas e Matheus Mattos

Colaboração para o UOL

05/08/2022 10h52Atualizada em 05/08/2022 13h37

O candidato do PT ao governo do Ceará, deputado estadual Elmano de Freitas, defendeu, durante sabatina UOL/Folha realizada hoje, o fortalecimento da Polícia Civil como forma de combater organizações criminosas no estado. O petista também propôs a ampliação do sistema de tempo integral em todas as escolas públicas.

"Nós já avançamos muito no aumento do contingente de pessoal, só que temos que aperfeiçoar essa ação, primeiro com a inteligência com nosso centro integrado. Se tem algo que pudemos dizer que precisava ter avançado mais, é o fortalecimento da nossa Polícia Civil. Precisamos fortalecer muito nossa inteligência, nossa delegacia de repressão a organizações criminosas e narcotráfico", acrescentou.

O petista, ao responder sobre situação criminosa no Ceará, disse que é preciso "ter uma política de contenção das fronteiras no Brasil". "As organizações do tráfico que atuam no Ceará não surgiram no Ceará, surgiram em São Paulo ou no Rio de Janeiro. Grande parte da droga advém do Peru, Colômbia e Bolívia. Esses grupos disputam o território do Ceará para, daqui, jogarem essa droga para Europa, EUA e mercado interno."

"Precisamos ter uma política nacional, porque o Ceará não possui essa droga e aqui não estão os principais pontos das organizações criminosas. Precisamos ter uma política de contenção das fronteiras no Brasil e ter colaboração regional, dos governadores e do governo federal", explicou o candidato.

Disse também que não cabe política na polícia. "Não cabe política, especialmente política partidária eleitoral, na instituição Polícia Militar, Polícia Civil. Isto é absolutamente maléfico à instituição. Precisamos garantir aos policiais muitas condições melhores de trabalho, mas não é possível quer a força armada participe da política partidária."

Policial não pode fazer greve. Isso é motim. É assim que acredito. O outro candidato [Capitão Wagner] é que faz uso disso."
Elmano de Freitas (PT), candidato ao governo do Ceará

O petista colocou ainda as escolas em tempo integral como um dos principais desafios para uma eventual gestão. "Tenho a convicção que temos que fazer 100% das nossas escolas em tempo integral, ter todos nossos jovens em tempo integral. Sei que nessas escolas, 240 mil são do CadÚnico, jovens extremamente pobres. Sei que vou ter que dar bolsa para alguns jovens para ficarem em escola em tempo integral."

A sabatina foi conduzida por Fabíola Cidral e pelos jornalistas Carlos Madeiro, do UOL, e João Pedro Pitombo, da Folha de S. Paulo.

O que diz a pesquisa mais recente

Segundo levantamento do Paraná Pesquisas de julho, Capitão Wagner tem 44,5% das intenções de voto, contra 29,2% de Roberto Cláudio. Adelita Monteiro tem 3,5%. A pesquisa foi feita antes de o PT anunciar que teria pré-candidato próprio.

O racha entre PT e PDT terminou com uma aliança histórica no estado e causou uma separação entre os irmãos Ciro, Cid e Ivo Gomes.

As 1.540 entrevistas foram feitas presencialmente com eleitores com 16 anos ou mais em 58 municípios entre os dias 11 e 15 de julho e registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número CE-05080/2022. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais, com índice de confiança de 95%. Custou R$ 30 mil, pagos com recursos do próprio instituto.

Brancos, nulos e aqueles que disseram que não irão votar em nenhum dos candidatos somam 15,8%, e aqueles que não souberam ou não responderam totalizaram 6,2%.

Calendário das sabatinas no Ceará

  • 08/08 - 10h - Roberto Cláudio (PDT)
  • 10/08 - 10h - Capitão Wagner (União Brasil)

Política