Topo

Conteúdo publicado há
9 meses

Últimas fotos de Bruno Pereira e Dom Phillips são recuperadas de celular

Imagens foram recuperadas de um celular do Bruno Pereira encontrado em um trecho de mata alagada; foto foi antes deles serem executados - Reprodução
Imagens foram recuperadas de um celular do Bruno Pereira encontrado em um trecho de mata alagada; foto foi antes deles serem executados Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL, em São Paulo

01/06/2023 23h47

Os últimos registros conhecidos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips foram encontrados no celular do brasileiro, até então perdido.

O que você precisa saber:

Uma das fotos foi registrada na tarde do dia 3 de junho de 2022. Ela mostra o jornalista britânico conversando com um morador local em Ladário, vila ribeirinha onde cresceu um dos acusados do crime, Amarildo da Costa de Oliveira. O homem com quem Phillips está conversando é o cunhado de Amarildo, Laurindo Alves.

Outra fotografia, tirada no dia 5 de junho, mostra Phillips sentado em um barco perto de São Rafael, outra vila de pescadores no Itaquaí. Após se afastarem da comunidade em questão, os dois foram atacados.

A última fotografia de Dom Phillips o mostra sentado em um barco no Itaquaí - Reprodução - Reprodução
A última fotografia de Dom Phillips o mostra sentado em um barco no Itaquaí
Imagem: Reprodução

As imagens foram resgatadas após ativistas da Univaja (União dos Povos Indígenas do Vale do Javari) recuperarem um celular que pertencia a Bruno. O aparelho foi encontrado em outubro de 2022 após eles retomarem um trecho de floresta inundada ao longo do rio Itaquaí, para onde os corpos dos dois foram levados após serem mortos a tiros.

Com a ajuda de um detector de metais, o grupo encontrou vários itens pertencentes às vítimas, como o cartão de imprensa de Dom, dois cadernos em espiral que ele levava e um dos telefones que Bruno carregava. Após meses submersos na água, os cadernos de Phillips estavam ilegíveis. Mas a Polícia Federal conseguiu recuperar várias imagens do aparelho, que estava com os ativistas indígenas quando fizeram a descoberta.

Uma das últimas fotos de Dom Phillips, tirada por Bruno Pereira, mostra ele conversando com um morador local dois dias antes dos assassinatos - Reprodução - Reprodução
Uma das últimas fotos de Dom Phillips, tirada por Bruno Pereira, mostra ele conversando com um morador local dois dias antes dos assassinatos
Imagem: Reprodução