Conteúdo publicado há 3 meses

PF prende suspeito do 8/1 que sentou em cadeira de ministro do STF

A Polícia Federal prendeu hoje mais um suspeito de participar dos atos golpistas em Brasília em 8 de janeiro. Segundo a corporação, as digitais do homem foram encontradas nas vidraças da sede do STF (Supremo Tribunal Federal).

O que aconteceu

Homem foi preso preventivamente em Engenheiro Beltrão (460 km de Curitiba), no Paraná. Ele pode responder pelos crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa e outros.

Digitais dele foram encontradas nas vidraças do STF. A PF também disse que há vídeos mostrando o suspeito se sentando na cadeira de um dos ministros da Corte.

Prisão faz parte da Operação Lesa Pátria. De acordo com a PF, as investigações continuam.

Suprema Corte já condenou mais de vinte pessoas pelos atos que depredaram a sede dos Três Poderes em janeiro deste ano. As penas vão de 3 a 17 anos de prisão.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes