Conteúdo publicado há 2 meses
OpiniãoPolítica

Josias: Dino será grande decepção para Lula se 'mudar de roupa' no STF

Caso siga à risca suas declarações de que deixará de ter lado político ao atuar como ministro do STF, Flávio Dino será uma grande decepção para Lula. A análise é do colunista Josias de Souza, durante participação no UOL News desta quarta (29).

Quem indica um ministro conta com a fidelidade anterior e a posteriori. Lula já tem a fidelidade dele, que faz no Ministério da Justiça o trabalho que o presidente esperava. Se o Dino fizer o que disse agora, será uma grande decepção para o Lula. Não se espera que essa decepção ocorra. Evidentemente, o ministro julgará de acordo com sua consciência, que orna com o que Lula pensa. Josias de Souza, colunista do UOL

Em ida ao Senado nesta manhã, Dino afirmou que ministros da Corte "não têm partido, ideologia ou lado político" e que "mudará de roupa" caso seu nome seja aprovado na sabatina do Senado, marcada para 13 de dezembro.

Josias disse que seria "desejável", porém difícil, Dino deixar de lado suas posições políticas ao assumir uma das cadeiras do STF. O colunista ainda projeta uma votação apertada no Senado e um tom mais ponderado do ministro da Justiça durante a sabatina, mesmo ao ser confrontado por parlamentares bolsonaristas.

Dino revela nesta manifestação tudo o que diz que deixará para trás quando chegar ao STF. Ele revela o lado político dele. Todos sabem que Dino é um político de esquerda, com vínculos históricos com Lula. O desejável seria que alguém que veste a toga esquecesse o passado e tivesse um compromisso apenas com a Constituição e com as partes envolvidas nos processos que irá julgar. Mas todos sabem que não é bem assim.

Ele diz que, quando chegar ao Supremo, será um magistrado e não se pautará por princípios político-partidários. Esse é o desejável e tomara que consiga fazer isso. Esse é o discurso de quem está na bica de se encontrar com os senadores de oposição. Estima-se um placar mais apertado, mas ninguém antevê uma derrota de Dino. Josias de Souza, colunista do UOL

Tales: Gleisi só leva Justiça se Lula estiver sob muita pressão no PT

Ao analisar os nomes mais cotados para substituir Flávio Dino no Ministério da Justiça e da Segurança Pública, Tales Faria considera "pouco provável" que Gleisi Hoffmann, presidente do PT, seja a escolhida. Para o colunista, o ex-ministro do STF Ricardo Lewandowski desponta como principal favorito ao cargo.

Continua após a publicidade

O PT quer o ministério dividido e ficar com as duas pastas. O partido acha melhor dividir a pasta, ao contrário do que pensava Dino. Não sei se, para o Lula, seria uma boa opção mexer com a Gleisi Hoffmann. Ela desarrumaria um pouco o PT. Lula acha que o partido está muito bem com a Gleisi, que é um bloqueio para brigar quando precisa. É pouco provável que Lula desarrume o PT para botá-la na Justiça ou na Segurança Pública.

Por várias vezes, Gleisi critica o Supremo e não teria uma boa relação com ele. Ela não seria uma escolha do Lula, a não ser que ele esteja sendo muito pressionado pelo PT para colocá-la lá. A Simone Tebet só iria se o ministério não fosse dividido. Ela tem mais poder e prestígio no Planejamento do que em um Ministério da Justiça fraco em um cenário de divisão. Tales Faria, colunista do UOL

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Veja a íntegra do programa:

Quando: De segunda a sexta, às 10h e 17h.

Continua após a publicidade

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora