OpiniãoPolítica

Josias: Prefeitura de Maceió se põe a serviço de Lira por interesse

O patrocínio de R$ 8 milhões para se tornar enredo da Beija-Flor revela como a Prefeitura de Maceió se colocou à disposição dos interesses políticos de Arthur Lira, afirmou o colunista Josias de Souza no UOL News desta segunda (12).

Isso é um grande vexame. A Prefeitura de Maceió pagou, com o dinheiro do contribuinte, por uma marquetagem que inventa um enredo pretensamente verdadeiro com o objetivo de iludir a sociedade brasileira e a população de Alagoas criando uma fantasia.

Isso é desrespeitoso. Maceió tem outras prioridades além de financiar uma escola no Rio de Janeiro. O que se verifica é que a Prefeitura não foi colocada a serviço da imagem de Maceió, mas aos interesses do Arthur Lira, que é candidato ao Senado na próxima eleição. É muito vergonhoso. Josias de Souza, colunista do UOL

Lira participou do desfile da Beija-Flor ao lado de João Henrique Caldas, o JHC (PL), prefeito de Maceió e aliado do presidente da Câmara. Josias classificou o patrocínio como algo "vergonhoso", uma vez que a capital alagoana tem outras prioridades.

A escola de samba não escolheu esse enredo. Estava com dificuldades para se financiar e apareceu uma prefeitura disposta a desperdiçar o dinheiro do contribuinte alagoano no financiamento do Carnaval carioca. A cultura local reclama que não recebe esse mesmo apreço e prestígio da Prefeitura de Maceió.

É vergonhoso para a escola, por se verificar que a criatividade foi submetida a uma necessidade financeira, e para a Prefeitura de Maceió, submetida a interesses políticos que não condizem com as necessidades da cidade. Josias de Souza, colunista do UOL

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Quando: De segunda a sexta, às 10h e 17h.

Continua após a publicidade

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes