Conteúdo publicado há 2 meses

Dino deixa Senado e cita missão no STF: 'Juiz fala pouco e ouve muito'

Flávio Dino (PSB-MA) despediu-se do Senado na tarde desta terça-feira, dois dias antes da posse como ministro do STF.

O que aconteceu

Dino afirmou que vai agir com "imparcialidade" na Corte. "Juiz fala pouco e ouve muito", disse, em discurso na tribuna da Casa, que terminou com aplausos dos colegas de Senado.

O ex-ministro da Justiça também citou "coerência". "No Supremo Tribunal Federal, onde estarei nas próximas 48 horas, terei coerência. Coerência com essa visão que aqui manifesto. Podem ter certeza da minha mais absoluta deferência aos poderes políticos do estado. E essa deferência se manifestando, inclusive, e sobretudo, pela capacidade de ouvir, de promover o bom diálogo institucional, para que nós possamos encontrar o modo pelo qual a harmonia dos poderes vai se concretizar", disse.

Esperem de mim imparcialidade e isenção. Esperem de mim fiel cumprimento da Constituição e da Lei. Nunca esperem de mim prevaricação. [...] Um bom juiz fala muito pouco e ouve muito
Flávio Dino

Flávio Dino voltou ao Senado após deixar o ministério da Justiça e Segurança Pública. Agora, a pasta é comandada pelo ministro Ricardo Lewandowski.

Ministro tomará posse no STF em 22 de fevereiro. O cargo é decorrente da vaga aberta pela aposentadora da ministra da Corte Rosa Weber.

Deixe seu comentário

Só para assinantes