Conteúdo publicado há 1 mês

Senado chama Camilo Santana para explicar falhas ocorridas no Sisu 2024

A Comissão de Educação do Senado aprovou, nesta terça-feira (27), requerimento para convidar o ministro da Educação, Camilo Santana, a prestar esclarecimentos sobre as falhas ocorridas no Sisu (Sistema de Seleção Unificado) de 2024. Por se tratar de um convite, o ministro não é obrigado a comparecer.

O que aconteceu

Requerimento diz que o ministro deve esclarecer os problemas ocorridos na divulgação dos resultados do Sisu 2024. Até o momento, Camilo Santana não informou se pretender comparecer à Comissão.

Devido a uma falha operacional, o MEC (Ministério da Educação) divulgou resultados não homologados em 30 de janeiro. Os dados ficaram disponíveis por cerca de 25 minutos e a falha provocou confusão em alunos que acreditavam ter passado para o curso e instituição inscritos.

Resultados oficiais foram divulgados em 31 de janeiro. Os alunos que acreditavam ter sido aprovados ficaram frustrados ao perceberem que não haviam alcançado a vaga — há relatos de candidatos que chegaram a raspar a cabeça para comemorar a suposta aprovação.

MEC admitiu falha e afirmou que instaurou sindicância para apurar de forma "rigorosa" o ocorrido. "O que houve foi uma divulgação indevida de resultados provisórios, ainda não homologados, durante 25 minutos da manhã do dia 30 de janeiro".

Na última quarta-feira (21), o MEC anunciou a suspensão da convocação da lista de espera e a publicação do relatório gerencial do Sisu 2024.

Deixe seu comentário

Só para assinantes