Conteúdo publicado há 1 mês

Kennedy: Para governo, Leite se mostra pouco grato às medidas emergenciais

O governo federal avalia que o governador gaúcho Eduardo Leite (PSDB) se mostra pouco grato às medidas anunciadas pelo governo Lula (PT) para o Rio Grande do Sul em meio à tragédia provocada pelas chuvas. A apuração é do colunista Kennedy Alencar, que participou do UOL News desta terça-feira (14).

Tem uma avaliação aqui em Brasília, no governo federal, de que o Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, está se mostrando muito pouco grato à ajuda real que o governo [Lula] está fazendo. E que o Leite está em uma posição de dizer que é insuficiente, que gostaria de ter o perdão da dívida do estado, dessas parcelas congeladas.

Um fato é que o Eduardo Leite conseguiu uma coisa muito importante: até o final do mandato dele, ele não vai precisar pagar a dívida do RS. É um belo fôlego financeiro. Kennedy Alencar, colunista do UOL

Kennedy lembrou a posição do governador gaúcho no contexto da eleição que escolheu Lula para um terceiro mandato no século.

O Leite ficou no meio do caminho entre o bolsonarismo no segundo turno de 2022 e entre as forças que apoiavam a eleição do Lula em uma frente ampla. Então ele fica ali, ora acenando para uma base mais conservadora, ora dizendo que não é tão assim. Acho que isso acaba sendo ruim, a política acaba contaminando um pouco.

O Lula tem sido muito cortês com ele, ontem eles estiveram em uma reunião, houve uma cortesia de parte a parte, mas tem ali um entendimento no Palácio do Planalto de que o Eduardo Leite não está se mostrando grato às medidas que o governo tá tomando, apesar de tudo que o presidente Lula tem prometido e está empenhado a fazer. Kennedy Alencar, colunista do UOL

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Quando: De segunda a sexta, às 10h e 17h.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Continua após a publicidade

Veja a íntegra do programa:

Deixe seu comentário

Só para assinantes