PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Prevent Senior não fará mais relatório de pacientes após 'bronca' de Uip

Médico David Uip, durante o 4º Fórum "Saúde no Brasil: Transparência e Prevenção" - Keiny Andrade/Folhapress
Médico David Uip, durante o 4º Fórum "Saúde no Brasil: Transparência e Prevenção" Imagem: Keiny Andrade/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

20/03/2020 18h08

O diretor executivo da Prevent Senior, Pedro Batista Jr., declarou hoje que o plano de saúde não fará mais relatórios de pacientes com coronavírus para não atrapalhar o trabalho da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo.

"O secretário David Uip disse que a informação dada por hospitais vem prejudicando a secretaria, então estamos optando por não fazer mas relatórios de pacientes", afirmou o diretor em entrevista para a CNN Brasil.

Mais cedo, o infectologista David Uip, coordenador do Centro de Contingência do coronavírus em São Paulo, criticou hoje o fato de hospitais estarem divulgando comunicados à imprensa sobre as mortes de pacientes com covid-19 sem que as autoridades sejam informadas antes.

Uip falou sobre o assunto durante entrevista para a Globonews, ao saber da morte de um paciente de 70 anos, internado no hospital Santa Catarina. A instituição divulgou uma nota hoje sobre o óbito, informando que o resultado do exame deu positivo para a covid-19.

"Primeiro [faço] a crítica. Eu não posso ficar sabendo de uma informação como essa por uma repórter. Isso não contribui, notas individuais (dos hospitais) pelos meios de comunicação. Isso tem uma regra, o município precisa ser comunicado, o estado precisa ser comunicado", criticou o médico.

"Eu preciso ter a notificação, ter os dados completos, preciso saber quem é o paciente (para comentar a morte). A crítica é para todos os hospitais que fizeram notificações independentes. Esses hospitais têm que seguir regras", acrescentou ele.

Em nota enviada à imprensa, o hospital alega que segue todos os protocolos e orientações do Ministério da Saúde.

"O Hospital Santa Catarina informa que segue todos os protocolos e orientações do Ministério da Saúde, avisando, primeiramente, as vigilâncias epidemiológicas Local, Municipal e Estadual sobre os casos suspeitos, confirmados e óbito pelo novo coronavírus/COVID-19."

Coronavírus