PUBLICIDADE
Topo

SP vai distribuir um milhão de cestas básicas a população de baixa renda

Felipe Pereira

Do UOL, em São Paulo

07/04/2020 12h57

O governo de São Paulo pretende auxiliar 4 milhões de pessoas de baixa renda com a distribuição de um milhão de cestas básicas. O programa "Alimento Solidário", anunciado hoje pelo governador João Doria (PSDB) e que entra em vigor no dia 17 de abril, conta com o apoio de 48 grupos empresários e terá custo de R$ 110 milhões.

A Secretaria de Desenvolvimento Social informou que famílias devem ter renda máxima de R$ 89 por pessoa para ter direito ao benefício. A distribuição prioritária acontecerá na capital do estado e região metropolitana.

Durante o anúncio oficial, Doria disse que vai doar os salários de março a julho para o programa.

"Pedi que meus salários fossem doados para uma entidade e que essa entidade destinasse o dinheiro para cestas do Alimento Solidário. São R$ 85 mil, o valor líquido. É pouco, mas é um exemplo para que outras pessoas possam contribuir para quem nada tem, a quem hoje tem dificuldade para ter comida em casa", afirmou o governador.

São Paulo tem 9% da população vivendo em situação de pobreza. Eles vão receber cestas básicas montadas por nutricionistas do hospital Albert Einstein.

Coronavírus