PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: Uso da cloroquina foi politizado, diz presidente do CFM

Presidente do Conselho Federal de Medicina defende que é preciso calibrar o uso do medicamento - iStock
Presidente do Conselho Federal de Medicina defende que é preciso calibrar o uso do medicamento Imagem: iStock

Do UOL, em São Paulo

15/04/2020 09h16

O presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Mauro Luiz Ribeiro, acredita que o uso da cloroquina no tratamento da covid-19, causada pelo novo coronavírus, "foi politizado" e reforça que não há provas científicas de que o medicamento ajude no combate à doença.

"É uma situação inusitada. A cloroquina, hidroxicloroquina, é muito usada para determinadas doenças no Brasil. E é impressionante a forma com que isso tocou [as pessoas]. Hoje todos têm opinião sobre tratamento com cloroquina. Não existe nenhum trabalho até hoje publicado na literatura de pesquisa mundial que aponte qualquer tipo de benefício da hidroxicloroquina [e cloroquina]", afirmou em entrevista dada à CNN Brasil.

Ribeiro ressaltou que existem alguns protocolos sendo feitos que analisam se o medicamento pode ser eficaz contra a covid-19, mas é preciso calibrar como ele deve ser usado em hospitais.

Coronavírus