PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
10 meses

Médico de 32 anos e sem problemas de saúde morre de covid-19 em São Paulo

O médico Frederic Lima em foto de seu Facebook - Reprodução/Facebook
O médico Frederic Lima em foto de seu Facebook Imagem: Reprodução/Facebook

Marcelo Oliveira

Do UOL, em São Paulo

21/04/2020 21h27

Resumo da notícia

  • Médico Frederic Jota Silva Lima tinha 32 anos e trabalhava em UPAs da Capital e Grande São Paulo
  • Lima entrou no Hospital Emílio Ribas em estado grave na madrugada de segunda e morreu no mesmo dia
  • Segundo amigos e familiares ele praticava esportes e não era de grupo de risco para covid-19

O médico Frederic Jota Silva Lima, de 32 anos, morreu em decorrência de covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, nesta segunda-feira (20), no Hospítal Emílio Ribas, em São Paulo.

Segundo familiares e amigos de Lima ouvidos pela Rede Globo, Lima não tinha comorbidades e nunca tinha tido doença pulmonar. Ele praticava esportes e procurava manter uma vida saudável.

Lima chegou ao hospital Emílio Ribas em um carro de aplicativo com muita falta de ar e foi encaminhado ao pronto-socorro, na madrugada de segunda. Ele já chegou ao hospital de referência paulistano em estado grave. Internado, ele chegou a ser entubado, mas não resistiu e morreu.

Lima era paraense e trabalhava nas UPA (Unidades de Pronto Atendimento) de Rudge Ramos, em São Bernardo do Campo, e 26 de Agosto, na Vila Carmosina, na zona leste de São Paulo.

Tanto a empresa de Atenção Primária à Saúde Santa Marcelina, que administra a UPA da zona leste, quanto a prefeitura de São Bernardo divulgaram notas sobre a morte do médico.

Segundo a prefeitura de São Bernardo, Lima trabalhou normalmente até 14 de abril.

O prefeito da cidade, Orlando Morando, que chegou a ser internado em UTI por conta da covid-19, lamentou a morte do profissional, e convocou a população a seguir o isolamento.

"É primordial que todos façam a sua parte e fiquem em suas casas. Vamos nos proteger e cuidar dos nossos entes queridos. Fiquem em casa. Nada é mais importante do que a nossa vida", escreveu Morando em uma rede social.

Os vizinhos de Frederic em um condomínio de São Paulo fizeram uma homenagem ao médico.

Em São Paulo, o número de mortes por covid-19 já é quase três vezes maior do que o verificado há 15 dias. São 1.093 óbitos. Em 7 de abril, tinham sido registrados 371 casos. Já são 97 cidades no estado com pelo menos uma vítima fatal. Há pessoas infectadas em 239 cidades.

Coronavírus