PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Rio se aproxima de 100 mil casos de pessoas infectadas por coronavírus

19.jun.2020 - Movimentação no Mercadão de Madureira, centro de comércio popular, no subúrbio da cidade do Rio de Janeiro - Dikran Junior/AGIF
19.jun.2020 - Movimentação no Mercadão de Madureira, centro de comércio popular, no subúrbio da cidade do Rio de Janeiro Imagem: Dikran Junior/AGIF

Do UOL, no Rio

20/06/2020 18h02

Resumo da notícia

  • Rio contabiliza 95.537 casos confirmados
  • Estado confirma 8.824 óbitos por covid-19
  • Mais de 50 mil infectados estão na capital fluminense

O Rio de Janeiro se aproxima da marca de 100 mil casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Nas últimas 24 horas, foram confirmadas 229 mortes e 2.159 novos casos de pessoas infectadas.

Com isso, o Rio já contabiliza 8.824 óbitos e 95.537 casos confirmados de pessoas com covid-19, doença causada pelo vírus. Ainda há 1.164 mortes em análise, segundo informou a Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Só na cidade do Rio, foram registrados 50.129 casos —mais da metade do total no estado. A cidade do Rio também já registrou 5.791 mortes, o equivalente a 65,6% dos óbitos confirmados no estado.

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), decretou hoje a suspensão de qualquer competição esportiva com portões fechados até próxima quinta-feira (25).

Ontem (19), o governador Wilson Witzel (PSC) prorrogou as medidas restritivas de prevenção até 6 de julho. Com a decisão, estabelecimentos como shoppings, bares e restaurantes devem continuar funcionando em horários limitados e com apenas 50% da capacidade de lotação.

No decreto publicado ontem em edição extra do Diário Oficial do Estado, o governador também determinou que academias, cinemas e teatros permanecerão fechados. Aulas presenciais das redes de ensino estadual, municipal e privada continuarão suspensas. Permanece também a recomendação para que a população do estado não frequente clubes, praias, lagoas, rios e piscinas públicas.

Cada município tem autonomia para manter suas determinações e regras, mas o governo estadual recomenda a reabertura gradual de setores do comércio e da indústria, de acordo com as especificidades de cada cidade.

Todos os estabelecimentos abertos no Rio de Janeiro devem seguir protocolos como a obrigatoriedade do uso de máscaras e a distância mínima de 1 metro entre as pessoas, além da disponibilização de álcool em gel 70% para clientes e funcionários.

Coronavírus