PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Quem é o prefeito que quer aplicação retal de ozônio para curar a covid-19

Morastoni é médico e iniciou a sua carreira no antigo Hospital Infantil Menino Jesus de Itajaí  - Reprodução/Facebook/Prefeitura Itajaí
Morastoni é médico e iniciou a sua carreira no antigo Hospital Infantil Menino Jesus de Itajaí Imagem: Reprodução/Facebook/Prefeitura Itajaí

Do UOL, em São Paulo*

04/08/2020 13h57

O prefeito de Itajaí (SC), Volnei Morastoni, anunciou ontem que pretende adicionar mais uma opção de tratamento à covid-19 no município, que já tentou ivermectina e azitromicina: administração de ozônio, pelo ânus, em casos que tiveram resultado positivo nos testes de coronavírus. O procedimento não tem eficiência comprovada cientificamente e acabou gerando uma série de memes nas redes sociais.

Filiado ao MDB, Morastoni também é médico. Ele graduou-se em Medicina pela Universidade Federal do Paraná e fez pós-graduação em Pediatria e em Saúde Pública. Morastoni iniciou a carreira no antigo Hospital Infantil Menino Jesus de Itajaí e como voluntário da Apae local.

Ainda quando estudante, o chefe do Executivo municipal despontou na política e foi eleito vereador de Itajaí por duas vezes consecutivas, a partir de 1989.

Eleito deputado estadual pela primeira vez em 1994, se reelegeu em 1998, 2002 e 2010, tendo a oportunidade de ocupar o cargo de presidente da Assembleia Legislativa e ainda o de governador interino do Estado de Santa Catarina.

Em 2005, foi eleito prefeito de Itajaí e agora exerce o segundo mandato à frente do município do litoral norte do Estado.

*com informações da Agência Estado

Coronavírus