PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

SP tem menor média de ocupação de UTI desde o início do plano de reabertura

É primeira vez desde o início da pandemia que todas as regiões estão com ocupações de leitos abaixo de 80% - Joel Silva/Folhapress (4.7.2018)
É primeira vez desde o início da pandemia que todas as regiões estão com ocupações de leitos abaixo de 80% Imagem: Joel Silva/Folhapress (4.7.2018)

Felipe Pereira e Patrick Mesquita

Do UOL, em São Paulo

14/08/2020 13h04

O governo de São Paulo divulgou hoje que o estado está com um índice de 57,8% de ocupação de leitos de UTI — número mais baixo desde que o Plano São Paulo entrou em vigor, no início de junho. Além disso, é também a primeira vez desde o início da pandemia de covid-19 que todas as regiões estão com ocupações de leitos abaixo de 80%.

As autoridades de saúde interpretam estes dados como mais um indicativo de estabilidade da pandemia no estado mesmo com a retomada de parte da atividade econômica. Nesta sexta-feira, seria dia de regiões regredirem de fase caso ocorresse um aumento de internações ou mortes, mas todas as cidades permaneceram na mesma situação.

Outro fator apontado como positivo foi a afirmação do secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn de que a a cidade de São Paulo começa um movimento de inflexão e queda na curva da covid-19. O prefeito da capital, Bruno Covas, revelou que nos últimos três dias a taxa de ocupação de UTI no município é inferior a 50% — nesta sexta-feira 46,3% dos leitos de UTI estão ocupados.

Ontem, ele declarou que a cidade registrou queda no total de mortes semanais nas últimas nove semanas. Mas o prefeito ressaltou que a quarentena continua e pediu para as pessoas continuarem a tomar cuidado.

Ao todo, o estado tem 4.958 infectados pela covid-19 internados em UTI, enquanto 6.717 pacientes estão em enfermarias. O estado chegou a 26.613 mortos e 686.122 pessoas infectadas pela doença causada pelo novo coronavírus.

Coronavírus