PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

Governador do PI diz que busca 750 leitos nos estados para pacientes do AM

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT-PI), disse que está se articulando com outros governadores para dar suporte aos pacientes de Manaus - Reprodução/Facebook
O governador do Piauí, Wellington Dias (PT-PI), disse que está se articulando com outros governadores para dar suporte aos pacientes de Manaus Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

16/01/2021 20h09Atualizada em 16/01/2021 22h14

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), compartilhou hoje nas redes sociais que está articulando com outros gestores a possibilidade de viabilizar ao menos 750 novos leitos para pacientes de Manaus. O chefe do Executivo piauiense é presidente do Consórcio Nordeste e representante do Fórum dos Governadores, criado para discutir ações de desenvolvimento para cada região.

De acordo com Wellington Dias, dezenove estados já manifestaram apoio para receber os pacientes vindos de Manaus, entre adultos e bebês. A sugestão do governador do Piauí para os estados que estão enviando cilindros de oxigênio medicinal é que, na volta, levem os pacientes do Amazonas para outros estados para aproveitar o voo.

"Precisamos também fazer alguns ajustes nessas transferências e, com base na experiência do Piauí, já repassei minhas sugestões ao governador do Amazonas, Wilson Lima", escreveu.

O governador do Piauí defende que "todas as divergências políticas" para que a população se beneficie com uma vacina contra a covid-19 "o mais rápido possível. "São vidas humanas que importam", compartilhou nas redes.

Colapso do sistema de saúde em Manaus

O aumento no número de contágios pela covid-19 no Amazonas fez com que o sistema de saúde de Manaus entrasse em colapso. Nos hospitais, insumos básicos como oxigênio estão em falta e os pacientes de todas as alas, para além das de covid-19, que precisam do composto passaram a morrer por asfixia.

Os cemitérios locais também precisaram abrir covas com mais agilidade para dar conta da alta demanda. Escavadeiras passaram a ser utilizadas no cemitério Parque de Manaus, o maior da capital amazonense, localizado em Tarumã. Ontem foram realizados 213 sepultamentos na capital.

Enfermaria de campanha

Para ampliar o atendimento aos pacientes de Manaus, o Ministério da Saúde realizou uma ação conjunta com as Forças Armadas e o Governo do Amazonas para montar uma enfermaria de campanha. Mais uma remessa de materiais que servirão para a estrutura chegaram hoje na capital e serão destinados para o Hospital e Pronto Socorro Delphina Aziz, referência no tratamento da covid-19.

A enfermaria vai contar com 60 leitos instalados na área externa da unidade de saúde e será voltada para enfermaria clínica, com atendimento para pacientes com quadros menos graves do coronavírus.

Coronavírus