PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Site 'Vacina Já' chega a 1 milhão de pré-cadastrados para imunização em SP

Site "Vacina Já", para pré-cadastro para receber a CoronaVac em São Paulo, chega a 1 milhão de usuários  - Reprodução
Site 'Vacina Já', para pré-cadastro para receber a CoronaVac em São Paulo, chega a 1 milhão de usuários Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

19/01/2021 18h51Atualizada em 19/01/2021 19h14

O site "Vacina Já", criado pelo Governo do Estado de São Paulo para pré-cadastro de pessoas do grupo prioritário para imunização contra a covid-19, já conta com a adesão de 1 milhão de pessoas.

O objetivo do site é agilizar o processo de identificação na campanha de vacinação no estado — a primeira etapa é formada por profissionais de saúde, indígenas e quilombolas.

"O pré-cadastro não é um agendamento, mas vai garantir um atendimento mais rápido nos locais de vacinação e evitar a formação de aglomerações. O fornecimento das informações é opcional, mas a participação de cada um vai ajudar toda a sociedade", diz o governo paulista.

É possível preencher as informações no momento da vacinação. No caso dos profissionais de saúde, a maioria será imunizada em seus locais de trabalho.

No último domingo (17) a Anvisa aprovou o uso emergencial de 6 milhões de doses da CoronaVac, vacina do Instituto Butantan em parceria com o laboratório Sinovac e o imunizante da Universidade de Oxford e do laboratório AstraZeneca, em parceria com a FioCruz (Fundação Oswaldo Cruz).

Ontem, o Butantan fez um novo pedido emergencial para 4,8 milhões de doses que foram envasadas em São Paulo e estariam prontas para distribuição. O gerente-geral de medicamentos da Anvisa, Gustavo Mendes, informou hoje que a agência está "trabalhando rápido" e deve dar o aval até a próxima sexta-feira (22).

Coronavírus