PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Conteúdo publicado há
1 mês

Governo de SC vai transferir pacientes com covid-19 para o Espírito Santo

Imagem meramente ilustrativa - Santa Catarina vai transferir até 16 pacientes com covid-19 para o Espírito Santo - Rodrigo Félix Leal/ANPr
Imagem meramente ilustrativa - Santa Catarina vai transferir até 16 pacientes com covid-19 para o Espírito Santo Imagem: Rodrigo Félix Leal/ANPr

Do UOL, em São Paulo

02/03/2021 08h49Atualizada em 02/03/2021 09h06

A secretaria estadual de Saúde de Santa Catarina informou que vai transferir até 16 pacientes com covid-19 para o Espírito Santo. O transporte será feito de Chapecó hoje para uma unidade hospitalar da região metropolitana de Vitória.

Segundo a pasta, a transferência foi acertada após conversas do secretário André Motta Ribeiro com a secretaria de estado de Saúde do Espírito Santo.

Neste momento, a ação irá priorizar pacientes que estão internados no HRO (Hospital Regional do Oeste) com indicação para transferência para UTI (Unidade de Terapia Intensiva). A Superintendência de Regulação avalia as condições clínicas dos pacientes para formalizar as transferências.

Ontem, a taxa de ocupação na rede pública alcançou a marca de 99,38%, com um total de 789 leitos ocupados.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado ontem, o estado registra 675.577 casos confirmados de covid-19 e 7.438 óbitos em decorrência da doença.

A maior parte dos casos confirmados de covid-19 foram identificados em pessoas entre 30 e 39 anos. O tempo médio de permanência na UTI de pacientes com o novo coronavírus é de 14 dias.

Secretários defendem lockdown nos estados com UTIs estão lotadas

O Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) defendeu a adoção imediata de lockdown nos estados em que a ocupação de leitos de covid-19 supera a marca dos 85%, como é o caso de Santa Catarina.

O comunicado foi divulgado no início da tarde de ontem, com a defesa de um toque de recolher nacional das 20h às 6h em todo o Brasil, incluindo nos finais de semana. O Conass também pede que haja a suspensão das aulas em todo o território nacional, tanto nas redes públicas quanto particulares.

Na semana passada, o governo de Santa Catarina anunciou um lockdown para o final de semana em todo o estado. O funcionamento de serviços não essenciais ficou suspenso das 23h de sexta-feira até as 6h de segunda-feira (1º).

A decisão foi tomada para enfrentar o novo coronavírus em um momento de agravamento da pandemia no estado. A medida também vale para o próximo final de semana. O lockdown começará às 23h da sexta-feira (5) e termina às 6h de segunda-feira (8).

Saúde