PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
15 dias

Cidade de São Paulo começa a aplicar amanhã 2ª dose antecipada da Pfizer

Intervalo para a aplicação da 2ª dose da vacina Pfizer foi reduzida para 8 semanas em São Paulo - Dado Ruvic/Reuters
Intervalo para a aplicação da 2ª dose da vacina Pfizer foi reduzida para 8 semanas em São Paulo Imagem: Dado Ruvic/Reuters

Do UOL, em São Paulo

23/09/2021 13h50

A prefeitura de São Paulo seguiu orientação do estado e iniciará amanhã a vacinação antecipada de segunda dose da Pfizer. Antes aplicada após 12 semanas, a segunda dose do imunizante estará disponível para quem iniciou o processo vacinal há oito semanas.

Desta forma, de acordo com a prefeitura, todas as pessoas que tomaram a primeira dose da Pfizer há no mínimo oito semanas estão aptas a receber a segunda dose a partir de amanhã.

Os dois outros imunizantes em uso no Brasil não tiveram modificação na aplicação da segunda dose. Assim, quem iniciou a vacinação com a AstraZeneca deve procurar os postos de saúde após 12 semanas, e quem tomou a CoronaVac precisa respeitar o intervalo de 28 dias para completar o processo.

Porém, a redução de intervalo entre as vacinas também pode ocorrer por meio da xepa, com a aplicação de doses remanescentes que respeitam uma lista de espera. Podem se inscrever quem tomou a primeira dose da AstraZeneca e da Pfizer há 30 dias e quem começou o processo de imunização há 15 dias com a CoronaVac.

Amanhã, a cidade de São Paulo também mantém a vacinação para adolescentes de 12 a 17 anos de idade e do reforço para idosos acima de 80 anos que tomaram a segunda dose ou a dose única há mais de seis meses. A vacinação também estará disponível para pessoas com mais de 18 anos que tenham alto grau de imunossupressão.

Os postos de vacinação estão disponíveis no site Vacina Sampa.

Coronavírus