PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Pela 1ª vez, cidade do Rio não registra mortes por covid-19 em 24 horas

Do UOL, em São Paulo

21/11/2021 19h09Atualizada em 22/11/2021 11h54

Pela primeira vez desde o início da pandemia, a cidade do Rio de Janeiro não registrou hoje nenhuma morte pela covid-19, segundo informado pela SMS (Secretaria Municipal de Saúde). Na prática, isso não significa, necessariamente, que ninguém tenha morrido na cidade por causa da doença, mas sim que eventuais óbitos não foram computados no sistema.

"Ficamos muito emocionados em escrever isso pra vocês: pela primeira vez desde o início da pandemia, a cidade do Rio de Janeiro não registrou nenhum óbito por covid neste último sábado, dia 20 de novembro. Também não tivemos nenhuma internação pela doença nos hospitais municipais", publicou o perfil da SMS em uma rede social.

Vale reforçar que as notificações costumam ser menores aos fins de semana, e os números ainda podem ser atualizados futuramente.

"Essas notícias, que enchem nossos corações de esperança, são resultado da adesão do carioca à vacinação. É real: vacinas salvam vidas!", completou.

Quem tem 12 anos ou mais e ainda não tomou a segunda dose deve ir ao posto de saúde com o comprovante para atualizar o esquema vacinal. Quem tem 18 anos ou mais e tomou a segunda dose há 5 meses ou mais também precisa ir às unidades garantir a dose de reforço. O mesmo vale para quem tem 60 anos ou mais e se vacinou há pelo menos três meses. Prepara o braço e #SóVem!
Secretaria Municipal de Saúde do Rio, no Twitter

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), também usou as redes sociais para comemorar a marca atingida nas últimas 24 horas.

"Grande notícia que me foi passada agora pelo secretário [municipal de Saúde] Daniel Soranz: na última semana, tivemos uma média de três óbitos por covid-19 por dia. E ontem, 20 de novembro, pela primeira vez não tivemos nenhuma notificação de sepultamento ou óbitos por covid-19. Vamos prevalecer! Viva a vacina!", escreveu.

Ao todo, a capital fluminense acumula 491.078 casos e 35.133 mortes pela covid-19 confirmadas desde o início da pandemia, segundo dados atualizados hoje, às 19h, pela prefeitura. Pouco mais de 5 milhões de pessoas (76,6% da população) estão completamente imunizadas contra a covid-19 — isto é, já tomaram as duas doses da Pfizer, AstraZeneca ou CoronaVac, ou a dose única da Janssen.

Coronavírus