PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
5 meses

Rio: Cerca de 90% dos internados não tomaram a terceira dose contra a covid

A vacinação é a medida mais eficaz contra a covid-19, protegendo contra a evolução da doença para quadros graves - Fernando Silva/Estadão Conteúdo
A vacinação é a medida mais eficaz contra a covid-19, protegendo contra a evolução da doença para quadros graves Imagem: Fernando Silva/Estadão Conteúdo

Henrique Sales Barros

Do UOL, em São Paulo

12/01/2022 10h20Atualizada em 12/01/2022 12h14

Entre os pacientes com covid-19 atualmente internados na rede pública municipal de saúde do Rio de Janeiro, cerca de 90% deles não tomaram as três doses da vacina. Os dados são da Secretaria Municipal da Saúde do Rio. Ainda de acordo com a pasta, 38% dos internados não tomaram nenhuma dose da vacina contra a covid-19.

Atualmente, mesclando dados de leitos de enfermaria e de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva), há, na rede pública do Rio, 190 internados com covid-19, segundo censo da prefeitura.

Para o cálculo, adolescentes com as duas doses tomadas, mas sem a terceira aplicação, foram incluídos na porcentagem de pacientes sem o esquema completo — ou seja, estão entre os 90% apontados pela secretaria. Entretanto, a faixa etária entre 12 e 17 anos ainda não está autorizada a receber o reforço.

A vacinação em massa é a medida mais eficaz contra a covid-19, protegendo, especialmente, contra a evolução da doença para quadros graves, como internação e morte pelo vírus. 28,3% da população carioca recebeu a dose de reforço contra a covid-19, segundo painel da Prefeitura do Rio de Janeiro, atualizado na manhã de hoje.

No tocante ao índice de pessoas com a segunda dose, 81,3% da população do Rio de Janeiro já recebeu a aplicação, também segundo o painel da prefeitura, administrado pela Saúde.

A maioria dos cariocas com 60 anos ou mais já recebeu a terceira dose contra a doença do novo coronavírus. De 12 a 59 anos, há um maior número de pessoas com as duas doses contra a covid-19, ao menos.

Adultos — com 18 anos ou mais — que receberam a segunda dose contra a covid-19 há quatro meses ou mais já podem procurar unidades de saúde para receber a terceira dose — não só no Rio, mas em todo o país.

Quem perdeu a data de aplicação da primeira ou da segunda dose contra a doença do novo coronavírus também pode procurar um posto de vacinação para receber a aplicação.

Coronavírus