PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Covid: Prefeito de SP confirma que vacinação de crianças começa na segunda

Do UOL, em São Paulo

13/01/2022 14h27Atualizada em 14/01/2022 19h47

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), confirmou hoje que a vacinação de crianças terá início na próxima segunda-feira (17). A data já havia sido prevista pelo secretário de Saúde do município, Edson Aparecido.

A capital paulista recebeu hoje 64.090 doses de vacinas destinadas à imunização das crianças, que serão distribuídas para as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Assistências Médicas Ambulatoriais AMAs/UBSs Integradas, encarregadas pela aplicação das vacinas ao público-alvo das 8h às 19h.

As crianças devem estar acompanhas por um responsável maior de 18 anos e apresentar documento de identificação (preferencialmente CPF), carteirinha de vacinação, comprovante de condição de risco para os comórbidos (exames, receitas, relatório ou prescrição médica físicos ou digitais, contendo o CRM do médico e com até dois anos de emissão) e comprovante da deficiência para os deficientes permanentes (laudo médico, cartão de gratuidade no transporte público, documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas ou documento oficial de identidade com a indicação da deficiência).

"Se nós recebermos a vacina com relação às crianças, nós estaremos distribuindo no sábado e aí teremos início à vacinação das crianças na segunda-feira", disse o prefeito durante uma visita às obras dos conjuntos habitacionais Sabesp II e Gleba G, em Heliópolis, na manhã de hoje.

Para imunizar todas as crianças de 5 a 10 anos com a primeira dose ainda é necessário mais 1,35 milhão de doses.

Na capital paulista, a vacinação de crianças seguirá o critério por idade, como recomendado pelo Ministério da Saúde e diferente do orientado pelo governo do estado — que decidiu priorizar crianças com comorbidades.

O primeiro lote de vacinas infantis da Pfizer chegou hoje ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), às 4h45. Foi entregue 1,2 milhão de doses, que será distribuído aos estados e ao Distrito Federal até amanhã, segundo o Ministério da Saúde.

Segundo a pasta, o Brasil receberá em janeiro 4,3 milhões de doses de vacina para crianças entre 5 e 11 anos. Em fevereiro, a previsão é de mais 7,2 milhões e, em março, 8,4 milhões.

Coronavírus