PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Covid: SP atende recomendação do ministério e reduz tempo de isolamento

Anvisa espera aval de especialistas para decidir sobre CoronaVac a crianças - Getty Images
Anvisa espera aval de especialistas para decidir sobre CoronaVac a crianças Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

13/01/2022 15h46

A Prefeitura de São Paulo informou que vai adotar a recomendação do Ministério da Saúde e reduzir o tempo de isolamento para pacientes com covid-19. A portaria da Secretaria Municipal de Saúde passa a valer a partir de hoje.

O intervalo, que antes era de 14 dias, pode variar de cinco a dez dias, a depender dos sintomas. A orientação é de:

  • Cinco dias - se o paciente não apresentar sintomas respiratórios ou febre há pelo menos 24 horas, ele deve fazer o teste de antígeno ou RT-PCR. Caso seja negativo, ele fica liberado do isolamento, mantendo o uso de máscaras e demais medidas de proteção;
  • Sete dias - se ainda houver sintomas depois do 7º dia, o paciente deve ser testado. Se o resultado for negativo, a pessoa deve aguardar 24 horas sem sintomas para sair do isolamento;
  • Dez dias - se o teste der positivo, a pessoa deve manter o isolamento até o 10º dia após o início dos sintomas.

Os novos critérios valem para quem já completou a vacinação contra covid-19. Quem ainda não recebeu as duas doses ou a dose única deve fazer a quarentena de dez dias.

Até hoje, 10.016.380 pessoas receberam a segunda dose na capital paulista, o que representa 103,9% da população —ou seja, o número de doses aplicadas é maior do que a população prevista.

De acordo com a prefeitura, a medida foi tomada diante da alta dos casos de covid-19 e a demanda crescente por atendimento nos serviços de saúde públicos e privados da cidade.

Nesta semana, os novos casos de covid-19 explodiram em todo país e superam o pico da primeira onda, registrada em 2020. A média móvel de diagnósticos alcançou 52.271 ontem.

Coronavírus