Estudantes chilenos convocam nova marcha contra reforma educacional

Em Oslo

  • Reprodução/The Hibernia Times

    Câmera de TV flagra juiz do caso do atirador da Noruega jogando paciência durante julgamento

    Câmera de TV flagra juiz do caso do atirador da Noruega jogando paciência durante julgamento

SANTIAGO, 04 Jun 2014 (AFP) - As associações de estudantes secundários e universitários chilenos convocaram uma nova passeata para a próxima terça-feira, dia 10 de junho, para protestar contra a reforma educacional do governo, que consideram insuficiente e na qual exigem maior participação.

A presidente Michelle Bachelet enviou ao Congresso um primeiro pacote de leis que os estudantes asseguram que não mudam as bases do mercado do modelo educacional atual.

Em 2011 os protestos estudantis tomaram as ruas do Chile para exigir uma educação pública, gratuita e de qualidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos